segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

A Bijou do Calhariz

O objectivo não está sempre colocado para ser atingido mas para servir de ponto de mira.
(Joseph  Joubert )

Não sendo um ano que me deixasse muitas saudades, 2009 teve alguns aspectos positivos.
Hoje destaco a pastelaria Bijou do Calhariz, uma sociedade onde a minha famíla está representada há 60 anos. Sempre a servir a sua clientela, com um produto de qualidade,  viu distinguido o serviço prestado pelos seus sócios e restantes funcionários, com a distinção de figurar num livro, onde é  destacada  como uma  das vinte melhores pastelarias de Lisboa.
Do livro, da autoria dos jornalistas Clara Azevedo e Luís Chimeno Garrido,   constam algumas das especialidades desses estabelecimentos lisboetas e  saiu para o mercado em Outubro.

Agora a receita das Bolas de Berlim, tão apreciadas pelos clientes da Bijou.

6 ovos
1 kg de farinha
200 g de açucar
100 g de margarina
10 g de sal
leite q. b. ( pra amassar)
50 g de fermento de padeiro
aroma a laranja q. b.

Bata os ovos com a farinha, o açúcar, a margarina e o sal. Junte leite a pouco e pouco e, no final o fermento. Descansa no frigorífico de um dia para o outro.
Corte em pedaços de aproximadamente 50 g e role à mão. Deixe levedar uma hora e frite em óleo brando.
No final passam-se por açúcar.
Podem servir-se  simples ou recheadas  com creme de pasteleiro.


Não sei quais foram os critérios de selecção nem como foi feita a avaliação, mas uma coisa é certa, a Bijou, a minha Bijou, foi uma das escolhidas e, esse facto, encheu-me  de orgulho.






Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

4 comentários:

Fernanda disse...

Querida amiga Lourdes,

Eu também ficaria cheia de orgulho.

Beleza de imagens, eu não resistiria e lá se ia a linha...
Mas uma bolinha não ata ninguém, não é mesmo???

Esta receita interessa muito dois amigos, com blogs sobre alimentação, será que me permite copiá-la naturalmente citando a fonte???

Beijinhos e sonhos doces.

M. Lourdes disse...

Querida amiga
Sirva-se à vontade.
É um orgulho mesmo, pena é que esteja a chegar ao fim a sua manutenção na família.
Beijinhos

Dulce disse...

Lourdes

Parecem ser deliciosas e lembram o que aqui chamamos sonhos (gosto tanto...). Obrigada pela receita. Já a guardei e vou faze-la qualquer dia para o lanche da tarde de meus netos.
Beijos

Marli disse...

Olá amiga!
Se você gosta de rosas. O segredo è só treino.
Para eu chegar nesse ponto eu treinava todos os dias.
É acho que falta muita coisa para chegar a perfeição.
Abraços com carinho,
marli