terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Vale do Alva II

Continuo hoje, nos concelhos de Oliveira do Hospital e Seia, para partilhar algumas das maravilhas do  património natural que  o vale do Alva oferece, ao longo de alguns quilómetros de paisagens deslumbrantes. 
 

Penalva de Alva
Penalva de Alva

Santo António do Alva
Santo António do Alva
São Sebastião da Feira
Ponte das Três Entradas
Avô

Avô
 Obrigada pela sua presença. Volte sempre.


segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Vale do Alva I

É conhecido o meu gosto pela paisagem serrana, tanto nas suas encostas mais elevadas como nos seus vales mais profundos. Atraem-me a vegetação luxuriante, a frescura dos rios e ribeiras, o ar puro, a tranquilidade e a hospitalidade das pessoas.
Uma das zonas que não me canso de visitar é o vale do Alva e, por isso, hoje partilho algumas imagens de  locais que me apaixonam, do concelho de Arganil.
Digueifel
Barril do Alva
Barril do Alva
Coja
Barril do Alva
Secarias





Obrigada pela sua presença. Volte sempre.










sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Porque É Fim de Semana: Esporão e Folgosa

Porque é fim de Semana, vamos continuar a percorrer algumas povoações do concelho Góis.

Hoje são duas as povoações escolhidas.

Esporão: 

Esta localidade fica situada na encosta nascente do Penedo de Góis e é atravessada pela  Estrada Nacional 2.

Esporão tem uma origem bastante remota, embora não se conheça a sua origem. Os documentos mais antigos que se conhecem,onde  o nome da aldeia já vem mencionado, são  século XVI, época em que D. João III mandou fazer o cadastro do reino.

Crê-se que o seu topónimo deriva da sua localização junto ao penedo. "Esporão"-prolongamento de contraforte montanhoso ou de uma vertente.  

Sob o ponto de vista religioso, o Esporão tem como orago São Miguel.

Ainda antes da construção da capela da aldeia, o padre António Lopes Falcão, pároco da freguesia de Góis, fez doação de uma capela à povoação, para “invocação das almas”, em escritura pública de 29 de Janeiro de 1754. Pensa-se que a capela foi inaugurada em 1755 e que, nessa altura, se escolheu  o padroeiro São Miguel, Arcanjo ligado à invocação das almas.



Folgosa:

A aldeia de Folgosa fica situada no alto num promontório sobranceiro ao rio Ceira. 
Conta-se que  era a primeira aldeia no Concelho de Góis e que aparece  no censo de 1527 do Concelho de Góis com nove fogos permanentes. 
Uma das razões para que, no passado, se tenha desenvolvido foi o facto de se localizar numa velha rota de comércio. 

Conta a lenda  que  um homem subia um íngreme carreiro  em direcção à Folgosa. Ao atingir um local mais assente, respirou fundo e gritou: ”Fol goza!” 
Diz-se que este acontecimento deu origem ao nome da aldeia.
A Folgosa tem como orago  São Simão e a sua capela é bastante antiga (pensa-se ter mais de 300 anos). Este templo tem arquitectura própria de igreja com arco a separar a nave da Capela-Mor e os tectos forrados de madeira  onde sobressaem quatro pinturas representando  os quatro Evangelistas.








Obrigada pela sua presença. Volte sempre.




quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Imagens Bucólicas

Avô-Rebanho

 
Obrigada pela sua presença. Volte sempre.


quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Coroa de Natal

Com a chegada duma das mais importantes épocas festivas dos católicos, inicia-se também uma fase de consumismo que "ataca" um grande número de pessoas.
Embora não consiga evitar o consumismo, sempre que posso, gosto de  deixar, nalgumas ofertas, o meu cunho pessoal.
Hoje partilho uma coroa de Natal que fiz para uma amiga. 



Obrigada pela sua presença. Volte sempre.