sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Porque É Fim de Semana: Alegria, Pontão de Seladinho e Albergaria

Porque é fim de Semana vamos continuar a percorrer algumas aldeias do concelho Góis. Continuamos o percurso pela freguesia de Góis. Perto de Ponte de Sótão, atravessadas pela EN 314, vamos encontrar mais três povoações. São elas Alegria, Pontão do Seladinho e Albergaria. 
Quem desce a EN 342, vindo da Portela de Góis, a primeira localidade que encontramos chama-se Alegria. 

Continuando a descida encontramos a povoação de Pontão de Seladinho.
Continuando a percorrer a EM 342, passamos em frente a Ponte de Sótão e chegamos a Albergaria.

Já aqui foi referido anteriormente que, nas povoações de Ponte do Sótão e Albergaria existem várias minas do tempo dos romanos, tendo numa delas sido encontrados um esqueleto e uma moeda de ouro do tempo do Imperador César Augustus.




Obrigada pela sua presença. Volte sempre.












quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Vindimas II

Hoje foi dia de esmagar as uvas. O processo foi rápido pois a mecanização facilita muito o trabalho. Neste momento, o mosto está já em repouso a fermentar até o vinho ficar pronto para ser colocado nas cubas.



Este trabalho já nada tem a ver com o que se desenrolava durante a minha meninice, que era muito mais alegre e agitado. A azáfama era grande a carregar as cestas de uvas para as lojas onde os homens  se entre-ajudavam e faziam  grande alarido a  pisar as uvas.
O tempo passou e os costumes mudaram. Perdeu-se o encanto duma das mais genuínas actividades do mundo rural onde o trabalho caminhava de mãos dadas com a amizade e confraternização.
Dessa época resta a  saudade, carregada de doces lembranças de muitos momentos que partilhei com todos os familiares e amigos que já partiram.



Obrigada pela sua presença. Volte sempre.







quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Vindimas

Nas zonas rurais, o fim do Verão e o início do Outono  é a época das colheitas.

As uvas há algum tempo  eram repasto das abelhas e, por essa razão, regressei à  aldeia para ajudar o meu pai na vindima,  uma tradição que ele teima em manter, apesar da idade avançada.
As uvas foram apanhadas e estão prontas para amanhã serem esmagadas.
Esta era uma das actividades agrícolas de que eu mais gostava, pois era desenvolvida num ambiente de  muita alegria e cooperação.
Actualmente, a mecanização a par da desertificação humana contribuíram  para que este trabalho tenha perdido a animação de outrora.
 
 Obrigada pela sua presença. Volte sempre.





terça-feira, 20 de setembro de 2016

Ascensor do Lavra

Dos ascensores de Lisboa, faltava escrever sobre o ascensor do Lavra, o primeiro transporte urbano a funcionar com  dois carros, ligados por um cabo subterrâneo, que sobem e descem  em simultâneo através de carris de ferro.
Foi projectado pelo engenheiro Raoul Mesnier du Ponsard e construído pela Companhia dos Ascensores Mecânicos de Lisboa, para  fazer a ligação entre o Largo da Anunciada e a Rua Câmara Pestana, pela Calçada do Lavra.
 
Inaugurado a 19 de Abril de 1884, funcionava
utilizando um sistema  hidráulico. Mais tarde, passou a ser movido a vapor, até que, em 1915,  passou a trabalhar movido a  electricidade. 
Em 2002, foi classificado como Monumento Nacional.


Obrigada pela sua presença. Volte sempre.





segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Artesanato: Reciclagem

Mais um frasco de salsichas que reciclei. 
Pintei-o, fiz uma découpage e acrescentei um lacinho e algumas flores artificiais.


A imagem seguinte, numa fotografia desfocada, utilizei  uma lata de Nesquik e processo foi semelhante.



Obrigada pela sua presença. Volte sempre.