quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

As Minhas Cadelas

Os animais são amigos tão agradáveis: não fazem perguntas, não criticam.
(George Eliot)

Há tempos fiz um post sobre  o Kaiser, um cão que o meu filho desejava muito e que faleceu exactamente na altura em que ele se casou.
Mas, cá em casa existem também duas cadelas, a Nara e a Zora. Estas cadelas eram da minha filha, e vieram para cá viver na altura em que a Leonor começou a gatinhar, por uma questão de higiene. Foram ficando e já não regressam.
São irmãs, mas completamente diferentes uma da outra. Na cor e na sua maneira de ser.
A Zora tem tanto de meiga como de destemida. Está sempre junto de mim e segue-me para todo o lado. Quando a Leonor cá está em casa, não a larga um instante, nem mesmo quando ela lhe puxa o rabo ou as orelhas.


- A Zora -

A Nara, parecendo ser muito mais  independente é muito frágil e assusta-se por tudo e por nada. Quando há visitas ela esconde-se e ninguém dá por ela.


- A Nara -

No entanto,  quando ouvem  qualquer ruído, tanto uma  como a outra  saem do local onde se encontram, numa correria louca, ladrando para ver o que se passa. Uma ladra para assustar, a outra ladra assustada.





Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

4 comentários:

alfacinha disse...

Que bons amigos são.
cumprimentos

Maria Filomena disse...

Lourdes,
que linda cena, a sua com as suas cachorrinhas......É, os animais, em especial os cães, são como os humanos: cada um com a sua personalidade e história de vida...
beijos desta amiga
Maria Filomena

M. Lourdes disse...

Alfacinha
Não há dúvida, são mesmo amigos.
Bjos

M. Lourdes disse...

Filomena
Para mim, os cães são o meus animais de eleição.
Bjos