sábado, 2 de janeiro de 2010

1º Dia do Ano no Sobral Magro

Você nunca sabe que resultados virão da sua ação. Mas se você não fizer nada, não existirão resultados.
( Mahatma Gandhi )



------------------------------------------


O Novo Ano começou com grande alegria na minha aldeia.  Muita comida, muita bebida e muita animação.
O frio e a chuva não foram suficientes para arrefecer os ânimos do grupo que se juntou no adro para, em conjunto, terem umas boas saídas e  melhores entradas, como é costume dizer-se...
Uma passagem de ano  como antigamente, onde só faltaram os tocadores que ao longo da noite mostravam os seus dotes com as suas concertinas e violas, enquanto os cantadores cantavam ao desafio e os pares rodopiavam em volta da fogueira.




No primeiro dia do ano, como de costume, houve Missa e, nem os problemas com a gripe A, fizeram com que não se cumprisse a tradição de beijar o Menino Jesus que se encontrava no  Presépio.



O Sr. Padre Sousa  foi-o buscar e,  uma a uma, as pessoas que assistiam à   Missa foram beijar o Menino.


A devoção dos meus conterrâneos afastou o medo da pandemia e a tradição cumpriu-se.




Antigamente, a Missa era muito mais concorrida. Todos os Domingos para além dos habitantes da aldeia que eram bastantes, vinham também os habitantes das povoações vizinhas. No Dia de Ano Novo ninguém faltava e a  Capela era pequena para albergar todos os crentes.
Há algum tempo que nada é com dantes. As povoações do interior estão a ficar desertas e os seus poucos habitantes pertencem, na sua maioria, a uma faixa etária elevada, que os impossibilita de se deslocarem.
Mas, como diz o povo: São poucos mas bons...

Fotos da Ana Teresa


Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

1 comentário:

Duh Franzen disse...

Ola amiga
Um feliz 2010 para vc e para toda a sua familia...que este novo ano lhe traga saude sucesso e muita paz!
Que Deus te abençoe!
Bjinhos
Duh franzen