sábado, 30 de janeiro de 2010

Poesia para o Fim de Semana

Viver é a coisa mais rara do mundo - a maioria das pessoas apenas existe.
( Oscar  Wilde )

- Ilha de Capri -

Morre lentamente quem não viaja,
Quem não lê,
Quem não ouve música,
Quem destrói o seu amor-próprio,
Quem não se deixa ajudar.
Morre lentamente quem se transforma escravo do hábito,
Repetindo todos os dias o mesmo trajecto,
Quem não muda as marcas no supermercado,
não arrisca vestir uma cor nova,
não conversa com quem não conhece.
Morre lentamente quem evita uma paixão,
Quem prefere O "preto no branco"
E os "pontos nos is" a um turbilhão de emoções indomáveis,
Justamente as que resgatam brilho nos olhos,
Sorrisos e soluços, coração aos tropeços, sentimentos.
Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz no trabalho,
Quem não arrisca o certo pelo incerto atrás de um sonho,
Quem não se permite,
Uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.
Morre lentamente quem passa os dias queixando-se da má sorte ou da Chuva incessante,
Desistindo de um projecto antes de iniciá-lo,
não perguntando sobre um assunto que desconhece
E não respondendo quando lhe indagam o que sabe.
Evitemos a morte em doses suaves,
Recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior do que o
Simples acto de respirar.
Estejamos vivos, então!
Pablo Neruda


- Coliseu em Verona -


Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

6 comentários:

Maria Teresa disse...

Lourdes:
A vida é muito sedutora, oferecendo-nos cotidianamente essas oportunidades, tantas, de fugirmos da mesmice e do marasmo, para não morrermos um pouco por dia, não é? Bjos

Fernanda disse...

Querida Lourdes,

Pablo Neruda sabia..nós felizmente sabemos!!!
São precisos desafios para vencê-los, não ter medo de enfrentar a vida e viver intensamente cada dia.
Olhar à volta sem medo e deitar mão ao que precisamos para sermos felizes.
Eu sou feliz! Eu participo! Eu sou activa! Eu amo!

Beijinhos

M. Lourdes disse...

Tem toda a razão amiga Teresa.
Temos que aproveitar a vida enquanto podemos.
Beijinhos

M. Lourdes disse...


É assim mesmo.A vida é uma luta e temos que a enfrentar para tirarmos o máximo partido de tudo que nos possa conduzir à felicidade.
Beijinhos

Fernanda disse...

Querida amiga Lourdes,

Já tens um prémio na Aldeia da Minha Vida, Parabéns!!!!

Eu venho oferecer-te um presentinho. Está lá Na Casa do Rau.

Beijinhos

Flora Maria disse...

Vim parabenizá-la pelo prêmio das Janeiras !
Assim como o júri, eu também gostei muito do seu texto.
E já sou sua seguidora !

Beijo