segunda-feira, 27 de setembro de 2010

A Minha Cidade

Ao longo dos tempos já deu para entender que a serra do Açor, é uma das regiões do país  que conheço melhor e que muito amo, razão pela qual escolhi o seu nome para o meu blog. Para além disso gosto também de aproveitar os  fins de semana mais prolongados para conhecer  o meu país mais em pormenor.  Nas férias também tenho por hábito passar alguns dias descobrindo outros países, com seus usos e costumes tão diversos e  interessantes. Gosto também de partilhar com quem me visita os meus interesses, passatempos e um pouco da minha vida.
Hoje fui a Lisboa fazer uma consulta de rotina. Atravessei o Tejo de barco e,  ao chegar ao Cais do Sodré, senti-me em falta com a minha cidade. Sim, porque apesar do meu gosto pelo campo, foi em Lisboa que eu nasci, estudei e cresci. Foi também o local onde vivi uma grande parte da minha vida e onde os meus filhos nasceram. Por momentos senti-me envergonhada por escrever tão pouco acerca dela.

 - Cais do Sodré -
O que é certo é que crescemos, passamos a vida num local e habituamo-nos a ele de tal forma, que nem reparamos nas belezas que convivem  de perto connosco.
Mas hoje olhei para Lisboa com outros olhos e decidi que, a partir de agora, vou tentar mostrar alguns dos recantos mais interessantes da minha cidade, começando por aqueles que estão mais  ligados à  minha  história de vida. 


 - A rua onde morei -

Há algum tempo contei aqui que, pouco tempo após o meu nascimento,os  meus pais alugaram uma casa próximo da Confeitaria Bijou do Calhariz, de que o meu pai era sócio gerente. Mais precisamente num dos bairros populares de Lisboa - o bairro da Bica.
A origem deste bairro deve-se às pessoas que, vindas de fora da cidade, ali se fixaram para trabalharem no rio, maioritariamente pescadores, peixeiras e mareantes. Estes  foram-se espalhando por um vale formado após um terramoto em 1597, entre Santa Catarina e as Chagas. Consta que  ali existiram várias nascentes (bicas), originando assim o nome do bairro.  

- A casa onde cresci -

A minha casa ficava situada na parte alta do bairro, na zona limítrofe com  outros dois. A rua Marechal Saldanha separava a Bica  de Santa Catarina e o Largo do Calhariz separava-a do Bairro Alto. A minha vida desenrolou-se em grande parte por estes três bairros bastante movimentados, onde acordava ao som dos pregões dos ardinas e varinas ou do toque da campainha, quando o padeiro  vinha entregar  o pão acabadinho de fazer na padaria ao lado.

Será por estes três bairros que vou iniciar o tema: "A Minha Cidade".


Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

3 comentários:

Luís Coelho disse...

Conheço pouco de Lisboa e criei um medo interior de andar por aí.
Sempre que há necessidade de ir marcamos os postos de passagem e procuramos se rápidos nas visitas.
No meu interior mora o desejo de ir e passar aí uns dia para conhecer e viver essa magia que tem Lisboa.
Quem sabe no próximo Verão ou Primavera...?

Flora Maria disse...

Parabéns pela iniciativa, Lourdes !
Sei que sua cidade é muito bela, apesar de preferir as paisagens rurais.
Meu pai passou um frio dos bons em Lisboa, enquanto aguardava o dia do embarque de volta para o Brasil !
Como ele dizia, "não temos roupas nem sapatos apropriados para o frio daqui", acostumados que estávamos ao calor do Rio de Janeiro.

Beijo

Hortense quaresma disse...

ADOREI!!!

A CSA AINDA É VOSSA NÉ?

BEIJO HORTENSE