terça-feira, 7 de setembro de 2010

À Descoberta do Mundo: Genebra

Todos os anos, eu e o meu marido tiramos alguns dias das nossas férias para irmos conhecer um país pelo qual tenhamos algum interesse. Marcamos a viagem numa agência, normalmente a Abreu e lá vamos à descoberta do Mundo. Desta vez foi diferente. Um casal amigo que, por vezes, viaja connosco, está integrado num projecto cultural da sua cidade, denominado: Tertúlias “Conversas com Princípio e Fim”. Neste projecto realizam-se encontros a nível sénior, onde se promove a partilha de conhecimentos, conferências, passeios culturais e, no final de cada ano lectivo, uma viagem ao estrangeiro extensiva a familiares e amigos.

Foi com este grupo que este ano viajei por terras da Suíça e Áustria.

IMG 1918
- Aeroporto da Portela (Partida) -
Foto: Carlos Moura

O espírito desta viagem foi completamente diferente de todas as outras realizadas anteriormente, pois partimos de Lisboa já com um grupo conhecido.
Assim, na madrugada do dia 24 de Julho, após conhecermos a delegada da agência que nos iria acompanhar, cumprimos as formalidades de embarque e partimos para Genebra, fazendo antes uma escala em Frankfurt.
Chegámos da parte da tarde e iniciámos de imediato a visita a esta bonita cidade magnificamente situada nas margens do maior lago da Europa ocidental,  o Lago Leman, aos pés das montanhas do Jura, num cantão de língua francesa.  

P7110023

  - O jacto de água no lago Leman -

Dirigimo-nos à zona   internacional da cidade, onde estão sediadas as mais conhecidas orgnizações internacionais como a Cruz Vermelha, a Unicef e outras. Parámos junto ao edifício da ONU para apreciarmos um pouco desta parte da cidade e fazermos as respectivas fotos.
 
 
P7110009

- Sede da ONU na Europa -

Mesmo em frente, ao edifício da ONU, encontra-se um monumento, Broken Chair, construído para alertar as pessoas para o problema das minas anti-pessoais que têm mutilado milhares de pessoas.


P7110010 
- Broken Chair -


Seguimos depois em direcção ao lago que, por si só, é uma das maiores atracções da cidade com o seu jacto de água, um repuxo que se eleva  a 140 metros de altura, as bonitas e  diversas embarcações fundeadas, as  variadas aves aquáticas que ali vivem, ...
P7110020a 
- Os cisnes no lago -
 
Juntando a tudo isto,  do outro lado da rua, os monumentos, os palácios,  os bem cuidados parques e jardins repletos de plantas, os prédios com varandas e janelas enfeitados com as mais coloridas flores, ficámos com  a ideia de estarmos num local onde cada recanto era  um regalo para os olhos de todos nós.
Continuámos o passeio pelas ruas e ruelas da zona mais antiga. O movimento era intenso. Automóveis cruzavam-se com bicicletas,  scooters, motas, eléctricos rápidos, sempre a circularem cheios de gente mas com um civismo e organização exemplares.
 
P7110039
  - Place du Bourg-de-Four -

Chegámos à Place du Bourg-de-Four, outro local emblemático da cidade e parámos junto a  um dos seus muitos  cafés que se encontravam cheios de turístas.
Dali, seguimos para uma  visita à Catedral de Saint-Pierre,  a Igreja de Calvino. Não se pode dissociar Genebra da religião, pois  é uma  cidades onde o movimento da reformista  foi mais visível.
Na época da Reforma, o líder protestante francês João Calvino veio viver para  Genebra  que passou a ser o local de refúgio dos protestantes europeus, tornando-se num pólo importante  do protestantismo. Num dos vários  parques da cidade, o Parc des Bastions visitámos o Muro dos Reformadores, onde estão perpectuados os maiores nomes relacionados com a Reforma nos países de língua francesa.  
 
P7110065

- Muro dos Reformadores -


Não podíamos partir sem uma perspectiva nocturna da cidade e, após o jantar, regressámos às margens do lago, que percorremos até sermos vencidos pelo cansaço.
Foi um dia muito preenchido e cansativo, mas muito proveitoso. 

P7110074

- Aspecto duma rua da cidade ao fim da tarde -

 Fiquei com pena de não ter podido ficar mais tempo, para poder percorrer todos aqueles jardins e parques que apenas pude vislumbrar a partir da camioneta.
A cidade é muito bonita, limpa, organizada e, sobretudo,  muito segura.


Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

5 comentários:

Ana Martins disse...

Boa noite Lourdes,
umas fantásticas com toda a certeza, grata por esta partilha.

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Luís Coelho disse...

Viajar faz parte da nossa vida e renova-nos com a vida de outros povos e civilizações.
Gostaria de viajar todos os anos e alargar os conhecimentos. É um sonho que me acompanha e que de quando em vez se concretiza.
As fotos são magnificas.

ELISABETE- disse...

nao posso crer,ainda por cima no dia dos meus anos.ah,se eu soubesse,teria ido conhece-la e quem sabe ter tido 5 minutos para tomar um cafézinho numa esplanada.juro tinha ido mesmo.quem sabe outro dia vc vem,e teremos o prazer de nos conhecer-mos pessoalmente.ah,que pena lourdes,sobretudo que nesse dia nao trabalhei,bom ,mas tambem nao sai de casa.lamento mesmo nao ter andado na internet nestes ultimos dias.teria tido o maior prazer,nem que fosse so termo-nos apresentado.fiquei desconsolada,mesmo.nao conheço nenhuma amiga da net,e falhei a melhor oportunidade de ter conhecido vc.bjinho

ELISABETE- disse...

nao posso crer,ainda por cima no dia dos meus anos.ah,se eu soubesse,teria ido conhece-la e quem sabe ter tido 5 minutos para tomar um cafézinho numa esplanada.juro tinha ido mesmo.quem sabe outro dia vc vem,e teremos o prazer de nos conhecer-mos pessoalmente.ah,que pena lourdes,sobretudo que nesse dia nao trabalhei,bom ,mas tambem nao sai de casa.lamento mesmo nao ter andado na internet nestes ultimos dias.teria tido o maior prazer,nem que fosse so termo-nos apresentado.fiquei desconsolada,mesmo.nao conheço nenhuma amiga da net,e falhei a melhor oportunidade de ter conhecido vc.bjinho

Flora Maria disse...

A Suíça tem fama de ser um país muito organizado e limpo. Sem falar no chocolate !

Beijo