quarta-feira, 28 de maio de 2008

PELOS CAMINHOS DE PORTUGAL 2


As viagens são na juventude uma parte de educação e, na velhice, uma parte de experiência.
(Francis Bacon)


§§§§§------§§§§§



No Domingo, após uma noite bem dormida na Residencial MiraCastro, fizémo-nos à estrada para regressar a casa.
Começámos por atravessar a serra da Peneda, que é um conjunto de montanhas pertencentes ao Parque Nacional da Peneda Gerês.





- O adeus à serra de Castro Laboreiro -



Aos nossos olhos apareceu uma natureza quase selvagem, com paisagens extraordinárias, onde podíamos vislumbrar algumas aldeias ligadas por estradas sinuosas, rodeando grandes maciços graníticos.
Na serra a água é uma constante. Pequenos riachos escorrem pelas suas vertentes, tornando os prados mais verdejantes e apetitosos para os animais que ali abundam.
Mais uma vez, tivémos oportunidade de avistar as vacas e os cavalos que pastavam livremente pelas encostas da serra.
Durante o percurso , uma placa na estrada chamou-nos a atenção para o Santuário de Nossa Senhora da Peneda. E lá fomos numa escapadinha.

- Vista exterior do Santuário -


Chegados ao local, ficámos surpreendidos, pois o templo fica situado num vale, ao lado de um alto morro rochoso, por onde escorre uma grande queda de água.



- Queda de água -


Um imponente conjunto arquitectónico, inspirado na Igreja do Bom Jesus de Tenões (em Braga), foi mandado edificar naquele local em virtude de, segundo a lenda, a Virgem ter aparecido a uma pastora serrana pedindo-lhe para ali ser construída uma ermida.
Anualmente o Santuário da Peneda é palco de uma das maiores romarias portuguesas, que se realiza no dia 7 de Setembro e que atrai ao local, romeiros na sua maioria portugueses e galegos.
O clima tinha-nos dado tréguas e, apesar das nuvens, a chuva parou.



- Parque Natural da Peneda Gerês -

Muito havia para visitar, mas o tempo escasseava.
Rumámos a Ponte de Lima, passando pelo Suajo, e pela barragem do Lindoso.



 
- Espigueiros do Suajo -

Após o almoço que constou de um excelente sarrabulho, entrámos na auto estrada.
Ao chegar a casa, todos manifestámos a vontade de um dia voltar para continuar a explorar esta bonita região.
Tivémos a possibilidade de desfrutar de momentos inesquecíveis com paisagens espectaculares , das muitas que o nosso país nos põe à disposição e que muitas vezes não sabemos aproveitar.



2 comentários:

Anónimo disse...

Lindas paisagens essas ja por la dei umas voltinhas....Mikas

Anónimo disse...

Que beleza! pode relembrar os bons momentos, inesquecíveis, que passei nesse Pais maravilhoso, de lindas paisagens, de monumentos históricos preservados, de paisagens tão lindas que preservo até hoje em minha mente. Pretendo voltar um dia... para deixar minhas pegadas por lá, para sempre.
Inez