sexta-feira, 16 de maio de 2008

ABASTECIMENTO DE ÁGUA EM SOBRAL MAGRO1


Só percebemos o valor da água depois que a fonte seca.

(Provérbio Popular)



§§§§§------§§§§§


Eu ainda sou do tempo, em que se ia à mina buscar água para consumo doméstico.
Quando ia de férias para o Sobral Magro, gostava de imitar as raparigas mais velhas que , habilmente transportavam o cântaro à cabeça, sem o segurar com as mãos.
Eu bem o ajeitava no meio da rodilha que fazia, mas de vez em quando…pimba, o cântaro fazia-se em cacos no meio da calçada.

- A primeira mina-



Para mim, era uma festa ir à fonte (mina).
Junto à mina juntavam-se grupos de pessoas, na sua maioria jovens que, enquanto aguardavam a sua vez para encher o cântaro, iam conversando umas com as outras.
Enchia-se o cântaro de chafurdo na mina e seguia-se para casa.
Esta operação repetia-se várias vezes, conforme a necessidade de cada família.
 


Sem comentários: