terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Santa Ovaia

Santa Ovaia é uma povoação situada junto à Estrada da Beira e às Vendas de Galizes.
Grande parte da povoação localiza-se ao longo duma encosta virada para o rio Alva, que faz da povoação um imenso  miradouro com vista  para o vale do Alva e Alvoco e para as serras do Açor e da Estrela.
Perde-se nos tempos a origem de Santa Ovaia que se pensa ser anterior  ao século XII, altura do aforamento da “terra” de Seia.
No século XIII,  Santa Ovaia  era uma das povoações mais importantes da região e já exercia funções administrativas, como comprovam  as Inquirições de 1258, que mencionam   divisões precisas entre esta povoação e Avô. 


A freguesia de Santa Ovaia esteve sempre associada ao concelho de Avô até à extinção deste, em 24 de Outubro de 1855, passando depois a fazer parte,  do concelho de Oliveira do Hospital. 
Finalmente em 2013, a freguesia  foi extinta  sendo  integrada na   União das Freguesias de Penalva de Santa Ovaia e Vila Pouca da Beira. 


Ao longo dos séculos, existiram em Santa Ovaia pedreiros  que trabalhavam o granito, saindo dali muitos trabalhos para todo o país e estrangeiro. Estes homens criaram um dialecto que só eles entendiam - “os verbos dos arguinas”. O mesmo aconteceu também na freguesia de Nogueira do Cravo.
Tal como acontece com o mirandês, já poucas pessoas conhecem este dialecto que se encontra em vias de extinção.

Santa Ovaia  tem como orago  N. Srª da Expectação.
Inicialmente, a povoação pertencia à paróquia de S. Pedro de Lourosa.
Em meados do  século XIII, os cónegos de Coimbra possuíam aqui herdades e vassalos, talvez por doação antiga.  A Ordem de Cristo tinha aqui uma comenda  do padroado real e foi curato da apresentação da Sé de Coimbra.

A Igreja Paroquial, é uma reconstrução do final do século XIX e obedece ao traçado regional de tradição setecentista. 
A torre fica à direita, tendo o baptistério na parte inferior.
O tecto da capela-mor e do corpo da igreja são pintados e os retábulos são de talha dourada.
Para além da Igreja matriz, destacam-se outros imóveis de interesse arquitectónico na povoação.


Capela de Santo António


Esta bonita capelinha  situa-se  no Largo de Santo António.
É uma construção singela com  altar e a imagem do padroeiro de granito.

Casa Senhorial da Família Figueiredo e Castro
dos princípios do século XIX


Casa senhorial  da família Vaz Patto




Obrigada pela sua presença. Volte sempre.






Sem comentários: