segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Esta Lisboa Que Eu Amo: A Brasileira do Chiado

Situada no coração de Lisboa, no topo da rua Garrett, a  Brasileira  é um dos café mais emblemáticos e mais antigos  de Lisboa.
Foi fundada  em 1905, por Adriano Telles, um bem sucedido produtor de café no Brasil  que, após  o seu regresso a Portugal,  ali passou a   comercializar  o verdadeiro café em grão do Brasil.  
Em 1908 fez obras e adaptou o estabelecimento ao serviço  de cafetaria. Sendo uma novidade em Lisboa rapidamente se tornou no ponto de encontro da alta sociedade e da elite cultural lisboeta.


Figuras como  Fernando Pessoa, Almada Negreiros, Eduardo Viana, Bernardo Marques, Stuart Carvalhais ou Jorge Barradas deram ainda mais visibilidade a este prestigiado estabelecimento. 
A fama da Brasileira  expandiu-se  ao estrangeiro e o Café tornou-se  num ponto de passagem obrigatória para muitos turistas que visitam a cidade.

O edifício onde se localiza  destaca-se pela sua fachada em ferro forjado  e pelo medalhão com a imagem de marca do café.
Na esplanada sobressai uma escultura de bronze, representando um dos mais conceituados clientes  do estabelecimento: Fernando Pessoa. 
Muitos são os   turistas, que não passam sem tirar uma  fotografia junto da estátua dum dos mais ilustres poetas portugueses.
  No interior, o salão, é forrado com  de madeira, espelhos e  obras de reputados pintores portugueses e o tecto é de estuque pintado.





Obrigada pela sua presença. Volte sempre.







 

Sem comentários: