sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Porque É Fim de Semana - Casal Novo, Roda Cimeira, Roda Fundeira e Relva da Mó

Porque é fim de semana, continuamos à descoberta  das aldeias do concelho  de  Góis que  pertencem  à  freguesia  de Alvares.
Hoje vamos visitar mais um grupo de aldeias vizinhas.
 
Casal Novo



Esta é mais uma aldeia de que se desconhece  a  origem. No entanto, num palheiro que  antigamente foi a  capela da povoação, existe uma inscrição na verga da porta com a data de 1578,comprovando a  existência  do Casal Novo nessa época.
A capela actual foi construída em 1935 e tem como orago Santo António, cuja imagem foi trazida da capela antiga.

Conta-se  que, os habitantes da aldeia  esconderam a imagem do Santo dentro dum grande castanheiro, durante as invasões francesas, só sendo de lá tirada após a retirada das tropas napoleónicas.
 

Roda Cimeira
Esta encantadora aldeia situa-se na encosta da serra, virada para Sul, junto à ribeira do Sinhel.
Esta povoação é muito antiga. Sabe-se que os Romanos ali chegaram  por volta de 600 D.C. e  exploraram as minas ricas em ouro da "Escádia Grande", localizadas ao longo da ribeira do Sinhel. 
Existem casas na aldeia onde foram usadas,  na  construçãocolunas que poderão ter pertencido a uma "Villa" Romana (casa senhorial).

A Roda Cimeira, tem como padroeira Nossa Senhora da Conceição.
A Capela  antiga, tinha na ombreira da porta a data de 1721. 
Em 2001, foi iniciada uma nova capela,com casa mortuária, no local da anterior, .


 Roda Fundeira

A Roda Fundeira  é outra aldeia situada nas margens da Ribeira do Sinhel.
Tem como padroeiro  o Senhor dos Aflitos.
Conta-se que durante as Invasões Francesas a mulher de um capitão das tropas portuguesas, prometeu mandar construir  uma capela, no caso dele  não ser morto, nem ferido. 
Terminada a guerra, a promessa foi cumprida. Além disso, passou  também a dar asilo em sua casa,  a qualquer desertor, sob condição de os servir para o resto da vida.
Com o passar dos anos, a capela degradou-se e ameaçava  ruir. Em 1975, inaugurou-se uma nova  num local mais elevado.
Recentemente, a velha capela   foi adquirida pelo casal Carlos Coelho Barata e a D. Irene Mateus  que a mandou reconstruir, sendo inaugurada em 2012.

À entrada da povoação, no local onde a Ribeira do Sinhel toma o nome de  Foz Palheiros, foi construído o Complexo de Lazer da Foz Palheiros, que oferece aos seus naturais  e visitantes um convite a agradáveis e frescos mergulhos.

Relva da Mó


Perto da Roda Fundeira, vamos encontrar  a Relva da Mó, uma pequena localidade situada entre os meandros da Ribeira do Sinhel. 
Nas redondezas, existem várias minas que se supõe terem sido construídas e exploradas pelos Mouros, por volta do  século VIII.
Os habitantes costumavam viver da criação do gado que ajudavam a abastecer de  matéria prima, as fábricas de burel da região. 

Fotos da Net
 
Obrigada pela sua presença. Volte sempre.



Sem comentários: