quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Nogueira do Cravo

Nogueira do Cravo é uma povoação muito antiga, situada a 7 Km de Oliveira do Hospital, a sede do concelho.
D. Sancho I doou a região a Mendo Pelágio, aio do futuro D. Afonso II, denominando-a por Couto de Nogueira.
Pertenceu de seguida aos Bispos de Coimbra, recebendo primeiro foral em 1177. Este foral foi renovado    por D. Manuel I, em 1514. A partir dessa data, foi concelho  que apenas foi extinto em 1836, quando passou a sede de freguesia, integrada no  concelho de Oliveira do Hospital.
O actual topónimo só passou a ser utilizado em finais  do século XVII.
Da freguesia fazem ainda  parte as seguintes povoações: Senhor das Almas, Aldeia de Nogueira, Galizes,  Vendas de Galizes, Recta da Salinha,  Vale de Dona Clara  e Vilela. 
Tal como aconteceu em Santa Ovaia, também nesta freguesia habitaram numerosos pedreiros que falavam entre si uma   linguagem própria "Os Verbos dos Arguinas".


O orago da povoação é  Nossa Senhora da Expectação.
A Igreja Paroquial, segundo a inscrição gravada   no cunhal da Igreja, data de 1806. Foi reconstruída no princípio do século XIX, seguindo a tradição setecentista.
Do património de Nogueira do Cravo, para além da Igreja Matriz,   destaco entre outros: 

- O Pelourinho
Datado do século XVII, de estilo Manuelino, não se encontra no local primitivo. Não se sabe ao certo a data em que foi mudado para o sítio onde actualmente se encontra implantado.
 
- A Casa da Calle

Esta casa tradicional beirã,  datada de 1743, pertence à família Tinoco. 
Segundo consta, o seu nome parece estar ligado a uma caleira que transportava água e que atravessava a propriedade.
Nesta casa esteve algum tempo instalado Almada Negreiros, autor do projecto da lareira da casa e do jazigo da família, no cemitério de nogueira do Cravo.

- A Casa dos Mouros
Esta casa é uma habitação pouco comum por ser construída sobre um penedo.  
Conta a lenda  que a casa foi construída pelos mouros numa só noite, e que o interior do penedo guarda um valioso tesouro. 

- Capela de   de Santo António

Esta capela de arquitectura singela, data do século XVIII, situa-se no Largo de Santo António.


     


    Obrigada pela sua presença. Volte sempre.


Sem comentários: