quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Na Terra Negra da Vida-Miguel Torga


Na terra negra da vida,
Pousio do desespero,
É que o Poeta semeia
Poemas de confiança.
O Poeta é uma criança
Que devaneia.
Mas todo o semeador
Semeia contra o presente.
Semeia como vidente
A seara do futuro,
Sem saber se o chão é duro
E lhe recebe a semente.

 Miguel Torga






Obrigada pela sua presença. Volte sempre.






Sem comentários: