domingo, 28 de março de 2010

Domingo de Ramos na Minha Aldeia

Viva a tua fé. Cristo não é uma figura que passou. Não é uma recordação que se perde na História. Vive! Jesus Christus heri et hodie: ipse et in saecula! diz São Paulo. Jesus Cristo ontem e hoje e sempre!
( Josemaría Escrivá )



Hoje é Domingo de Ramos, data muito importante no calendário litúrgico, em que se comemora  a entrada triunfal de Cristo em Jerusalém e o  início da Semana Santa.
Neste dia os católicos levam para a Missa um ramo para ser abençoadao pelo sacerdote. O ramo é formado por algumas espécies vegetais e varia muito de região para região.
Na minha aldeia, este acto religioso realizou-se no Sábado, pois o padre tem várias freguesias a seu cargo e não pode estar presente em todas no Domingo.
Neste dia,  os seus habitantes costumam cortar  pernadas de loureiro e  de alecrim.Depois de escolherem as mais bonitas compôem um ramo e juntam-se  no Largo de S. Domingos, onde aguardam a chegada do senhor Prior.



Este  procede então à  cerimónia da benção dos ramos.



De seguida, os crentes formam-se em Procissão e seguem para a Capela, onde  assistem à Santa  Missa.



Após a Missa, o ramo é guardado em casa até ao dia 3 de Maio. Neste dia, conhecido por dia de Santa Cruz, cada família separa as pernadas que constituem o seu ramo e formam com elas um cruz. A cruz é então levada para a  fazenda, e colocada num local de onde se avistem a maioria  dos terrenos de cultivo. Este acto é acompanhado por uma reza e tem por finalidade proteger as colheitas.
Esta é mais uma tradição que ainda se mantém no Sobral Magro e que, a Ana Teresa ilustrou com as fotos do passado Sábado.



Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

3 comentários:

Dulce disse...

Bom dia, Lourdes

São tão bonitas essas tradições e tão bom é ver que não se perderam de todo, ainda...
Beijos

Flora Maria disse...

Simplesmente adoro essas tradições !

Presenciei algo semelhante e vou postar, faltando só conseguir me adaptar ao novo computador !

Beijo

M. Lourdes disse...

Minhas amigas
Também eu dou muita importância a estes e outros actos que fazem parte das nossas tradições.
Beijos