terça-feira, 10 de março de 2009

Tradições da Serra: O Endireita





Aqueles que nunca sofreram não sabem nada; não conhecem nem os bens nem os males; ignoram os homens; ignoram-se a si próprios.
(François Fénelon)

§§§§§------§§§§§



A vida da população serrana foi sempre muito dura. Os terrenos íngremes não permitiam a ajuda de animais nos trabalhos agrícolas. Os caminhos tortuosos, escaleiras estreitas esculpidas na rocha, ou feitas pedra sobre pedra eram um perigo constante para quem delas se servia. As quedas e maus jeitos eram inevitáveis. O trabalho árduo à custa dos próprios braços, grandes carregamentos à cabeça e às costas, fizeram com que músculos e ossos tenham sido, desde sempre, um grande problema que condicionava a saúde dos habitantes da serra.
Para além das rezas e do barbeiro, o endireita era também uma ajuda nos tratamentos.
O endireita era uma pessoa que possuía um vasto conhecimento dos ossos do corpo humano e que conseguia muitas vezes tratar ossos fracturados, entorses, vértebras deslocadas, ou músculos torcidos. Esta sabedoria era, muitas vezes, transmitida de pais para filhos.


-Imagem retirada da net -


Pessoalmente, conheci um endireita, o da Chamusca.
Estava a leccionar no Sobral Magro e, sendo uma das poucas pessoas com carro, um familiar meu, já farto de tantas dores, pediu-me para o levar ao endireita, pois tinha dores muito fortes numa perna e a terapêutrica que lhe tinha sido ministrada parecia não estar a resultar.
Parece que ainda o estou a ver. Agarrou-lhe na perna e deu-lhe dois esticões, ao mesmo tempo que a fazia rodar.
Um grito de tal forma lancinante ecoou na sala, que eu pensei que o meu familiar não ia resistir. Depois, colocou-lhe umas talas, ligou-lhe a perna e mandou-o para casa.
Não sei se foi do tratamento do endireita ou se foram os medicamentos que já estava a tomar há alguns dias, mas ele lá foi melhorando.
Apesar de entretanto terem surgido os fisioterapeutas e os osteopatas, ainda hoje há endireitas espalhados por todo o país, que resolvem com êxito problemas relacionados com os ossos e músculos.



O que é certo é que quando as pessoas se vêm aflitas, recorrem a tudo.




Obrigada pela visita. Volte sempre.

Sem comentários: