sábado, 28 de março de 2009

Irmã Lúcia


Que Maria seja toda a razão da sua existência e o guie ao porto seguro da eterna salvação. Que Ela lhe sirva de doce modelo e inspiração na virtude da santa humildade.
(Padre Pio)


§§§§§------§§§§§

Faz hoje 102 anos que nasceu em Aljustrel (Fátima), Lúcia de Jesus dos Santos.
Com 10 anos, juntamente com seus primos Jacinta e Francisco Marto, viu, pela primeira vez, a Virgem Maria na região da Cova da Iria, enquanto guardavam os seus rebanhos.
Mais tarde entrou para o Convento, tornando-se freira da Ordem das Carmelitas Descalças, passando a ser conhecida por Irmã Lúcia do Coração Imaculado.
Faleceu em Coimbra no dia 13 de Fevereiro de 2005.



- A irmã Lúcia -

Após várias aparições, foi edificada uma basílica junto ao sítio das aparições que passou a ser local de culto a Nossa Senhora de Fátima, de grandes manifestações de fé na Virgem e de peregrinação dos fiéis que ali se deslocam para fazer as suas preces, pagar promessas ou simplesmente meditar e rezar.
Nossa Senhora de Fátima é venerada em todo o Mundo e tem muitos e fervorosos devotos na freguesia de Pomares. Sobral Magro não foge à regra e, lembro-me dos tempos em que, há muitos anos, o ti António Custódio organizava anualmente uma excursão/peregrinação a Fátima, para assistir às cerimónias que decorrem nos dias 12 e 13 de Maio.
As duas fotos seguintes, são desse tempo.








Obrigada pela visita. Volte sempre.






4 comentários:

Dulce disse...

Lourdes,
Fátima é um lugar muito especial para mim porque foi lá, numa de nossas viagens a Portugal, que meu marido, tocado pela emoção do lugar, reencontrou a sua fé.
Beijos

Lourdes disse...

Para mim também é um lugar muito especial. Não sei porquê, mexe de tal forma comigo que me emociono sempre duma forma para a qual não consigo encontrar explicação.

Anónimo disse...

Lourdes!

Segundo contam eu fui numa dessas excursões do Ti Custódio, em 1973, com apenas 23 meses e a minha mãe grávida de 6 meses (do meu irmão). Oiço contar histórias engraçadissimos desse passeio que fazem toda a familia rir, isto porque fazemos comparações com a época actual,bem diferente. Excursões de farnel, sem dormida ... pode-se imaginar! Outros tempos, em que se encontra sempre um momento para recordar com saudade...quanto mais não seja, por recordar aqueles que nos eram queridos e nos acompanhavam nesse passeio e já não estão connosco.
Beijinho

Teresa Neves

Lourdes disse...

É verdade, Teresa.
Foram momentos muito engraçados os que se passaram nessas excursões. Fica a recordação dessas experiências, que devido às dificuldades eram vividas com maior intensidade.
Beijinhos