sexta-feira, 10 de março de 2017

Porque é fim de semana - Colmeal

Porque é fim de semana, continuamos à descoberta  das aldeias do concelho  de  Góis que  pertencem  à União das Freguesias  de Cadafaz e Colmeal.
Hoje vamos visitar o Colmeal.

Esta é uma aldeia bastante antiga. Apesar de não ser possível determinar ao certo a sua origem existem dados que comprovam a sua existência numa época  anterior à fundação  de Portugal.
Em 1527, existiam no Colmeal 24 habitantes. Pertenceu durante muitos anos à comarca de Coimbra e em 1560 foi promovida  a sede de freguesia.


Até 1852 pertencia ao concelho de Seia , passando depois para o concelho de Arganil,  até que , finalmente, passou a integrar o  município de Góis.
Foi sede de uma freguesia até 2013, data em que,  em conjunto com Cadafaz, passou a  formar a nova freguesia denominada União das Freguesias de Cadafaz e Colmeal, com sede em Cadafaz.
Além da pastorícia, os habitantes da  aldeia dedicavam-se à agricultura, produzindo  cereais, como trigo, centeio e milho painço, vinho e azeite. O mel, era também explorado, sendo usado praticamente como medicamento. 
 
Em escavações efectuadas na aldeia, foram encontradas grandes  quantidades de  camadas de tijolos, que  levam a acreditar na  existência de indústria de olaria e cerâmica, no Colmeal, embora não tenha chegado  à actualidade. 
Durante as Invasões Francesas, a povoação não escapou à investida  das tropas napoleónicas, que após serem derrotadas,  fugiram  deixando nas localidades por onde passaram, um rasto de terror e destruição.
 

O padroeiro do Colmeal é S. Sebastião.
A Igreja foi construída em xisto, no lugar de uma antiga capela.
É um templo simples, com uma pequena torre do lado direito. No interior, tem três altares e uma capela moderna do lado direito. A imagem de São Sebastião é antiga e de pedra .*

    
*


Obrigada pela sua presença. Volte sempre.










Sem comentários: