quarta-feira, 8 de março de 2017

Braga - Roma Portiguesa III

Continuando a série de posts dedicados a alguns dos muitos edifícios de cariz religioso da  cidade de Braga, o post de hoje vai ser dedicado a um dos um dos mais belos  e concorridos santuários de Portugal, situado  nos arredores da cidade.

Santuário do Bom Jesus do Monte 

Este santuário é   e é formados pela igreja e um magnífico espaço envolvente formado por jardins e mata. Destaca-se neste conjunto uma escadaria monumental, que  liga o Santuário à cidade. 
A igreja foi construída para substituir uma outra que se encontrava em ruínas.
Iniciada em 1784, ficaria concluída em 1811. A fachada, pintada de branco com decorações de cantaria, é ladeada duas torres sineiras.
 

Para além de várias janelas, figura também na fachada, o brasão de armas de D. João VI, que concedeu ao Santuário as honras das Misericórdias.  De ambos os lados da  porta destacam-se duas colunas, entre as quais figuram nichos com estátuas dos profectas Jeremias e Isaías.
O interior é espaçoso, formado pela nave, transepto, capela-mor e  capelas laterais, coberto por tecto em forma de abóbada.


Na capela-mor, um grande retábulo representando um episódio do  Calvário com as imagens de Jesus crucificado ao lado de 2 ladrões.

Parque do Bom Jesus



A água que brota por todo o monte alimentou, ao longo dos anos, uma vasta área, proporcionando o seu aproveitamento nos jardins, vários lagos artificiais, grutas,  e uma frondosa mata, onde se podem passar momentos de descontracção e relax.

Escadaria

A magnífica escadaria barroca  é decorada  com estátuas fontes e capelas que mostram as estações da   Via Sacra, ao longo de todo o percurso.
Para quem não se atrever a subir ou descer os seus degraus, existe um elevador hidráulico centenário para o conduzir ao destino.







Obrigada pela sua presença. Volte sempre.



Sem comentários: