quarta-feira, 15 de março de 2017

Mouronho

Mouronho é uma sede de freguesia do concelho de Tábua,  situada na margem direita do rio Alva.
Não existem dados que atestem  a origem do povoamento na região,  nem a razão do  topónimo  Mouronho, que se atribui  ao  possível  dono da região de nome latino Mauronius. 
Foi priorado da apresentação da Mitra de Coimbra e recebeu  foral do Bispo D. Jorge, de Coimbra.  D. Manuel I, concedeu-lhe foral novo em 1514.

Fez parte do concelho de Coja e, após a sua extinção em 1853, passou a pertencer ao concelho de Arganil. Com o Decreto de 24 de Outubro de 1855,  foi integrado no concelho de Tábua. 

O orago da freguesia é São Julião. A sua igreja   foi restaurada e tem
um magnífico portal guarnecido. 
No interior, destaca-se o altar-mor em talha dourada, e no lado da Epístola, uma nave constituída por sete arcos semicirculares, que  assentam em pilares e colunas dóridas.


Do património de Mouronho destacam-se ainda:

- Capela de Nossa Senhora da Conceição
com nave, capela-mor e sacristia,



- Capela do Senhor dos Passos


- Solar de Taborda e Capela de Nossa Senhora das Dores
Casa oitocentista conhecida por Casa do Desembargador Taborda, embora fosse propriedade  de sua mulher, a 12ª Morgada de Mouronho. 
Tem 3 andares e capela. O portal é rematado pelo brasão de armas da família proprietária da casa.
 
A Capela erigida em  1778 é  dedicada a Nossa Senhora das Dores e tem   ligação à habitação pelo balcão. O retábulo é de talha dourada. Tem   púlpito,  coro alto, e  pia de água benta. 
Este solar foi alvo de  obras de recuperação no século XIX.
 

- Cruzeiro de Mouronho



- Praia fluvial

A praia fluvial da Ronqueira, numa das margens do rio Alva, é um local aprazível, com uma magnífica e refrescante paisagem.
No local existe também um Parque de Merendas, com mesas, bancos de madeira e  churrasqueira,  onde se pode usufruir duma bela refeição ao ar livre, em contacto com uma natureza idílica.




Obrigada pela sua presença. Volte sempre.





Sem comentários: