terça-feira, 7 de março de 2017

Braga - Roma Portuguesa II

Na cidade de Braga existem muitas igrejas e capelas, fazendo jus ao epíteto Cidade dos Arcebispos ou Roma portuguesa.
Vou continuar a divulgar as que tive a oportunidade de visitar. No entanto apenas as fotos de exterior são minhas. As do interior são tiradas da net.
Igreja da Misericórdia

A Igreja da Misericórdia foi construída em 1560-1562, para albergar a irmandade da Misericórdia de Braga, que se encontrava instalada   numa das capelas do claustro da Sé.   
No século XVIII, a igreja foi quase totalmente renovada, resultando daí uma mistura de estilos arquitectónicos diferentes.
A igreja, construída em cantaria, tem a fachada principal  decorada  com bonitos pormenores arquitectónicos,  que envolvem um não menos belo portal, encimado pelo escudo  do Arcebispo D. Gaspar de Bragança e ladeado por dois pares de colunas. 
Embora menos trabalhada, a fachada lateral tem também um bonito portal.


O interior é formado  por uma só nave com tecto de madeira pintada.
Destaca-se na Capela-Mor um magnífico retábulo de talha dourada e, no altar-mor  uma  magnífica escultura de Nª. Sª. da Misericórdia.

Igreja do Hospital de São Marcos

No local onde se encontra actualmente este imponente edifício, funcionou no século  XII uma albergaria e um convento da Ordem dos Templários.
Quando o convento foi extinto, passou a ser utilizado como hospital.
A igreja, também conhecida por Igreja do Hospital, é do século XVIII.
Nessa altura, todo o edifício foi alvo de várias intervenções,  que lhe conferiram o  aspecto actual.

Na parte central deste conjunto arquitectónico destaca-se a bonita fachada da Igreja, ladeada por duas torres sineiras, entre as quais se encontra um nicho com  a imagem do patrono, S. Marcos. O edifício correspondente ao hospital é  encimado por uma balaustrada com  oito imagens  em tamanho natural, representando mártires e apóstolos.


As Relíquias do corpo do Apóstolo e Bispo São Marcos, encontram-se envoltas em grande controvérsia, num magnífico sarcófago na capela-mor, para veneração dos fieis.


Capela dos Coimbras


A Capela dos Coimbras , também conhecida por Capela de Nª Sª da Conceição, foi edificada entre 1525 e 1528, paredes meias com a igreja de S. João  do Souto, no centro histórico de Braga.
Foi mandada construir pelo  eclesiástico  D. João Coimbra, proprietário da Casa dos Coimbras.
A fachada da Capela é de cantaria e tem forma de torre, ornamentada  com esculturas e janelas manuelinas.


O interior tem tecto em abóbada com as armas da família dos Lencastre e, no altar-mor, as armas de D. João Coimbra. As paredes são revestidas de painéis de azulejos.


 
 Igreja de São João do Souto


A primitiva Igreja de S. João do Souto foi erigida no século XII, doada ao arcebispo de Braga e, no século XVIII, foi  totalmente reconstruída.
É uma igreja  pequena de arquitectura simples, unida à Capela dos Coimbras.


O interior tem uma só nave,   com tecto em abóbada.  Tal coma acontece com as paredes exteriores, também as interiores são revestidas com azulejos. 
Os retábulos e alguns ornamentos são de talha dourada. A pia baptismal é de pedra e ali foi baptizado Francisco Sanchez, médico, filósofo e matemático bracarense, como comprova a placa afixada na parede exterior do templo.



Obrigada pela sua presença. Volte sempre.





Sem comentários: