sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Porque É Fim de Semana: Amiosinho, Caniçal, Cilha Velha, Coelhosa e Corga da Vaca

Porque É Fim de Semana, continuamos à descoberta  das aldeias do concelho  de  Góis que  pertencem  à  freguesia  de Alvares.
Hoje vamos conhecer mais algumas localidades.

 Amiosinho

Esta aldeia  situa-se  em duas encostas separadas pela Ribeira de Amiosinho.
Foi fundada em  1853 por  Maria Rita, natural de Alvares e Joaquim Simões da Lomba, freguesia de Serpins.  Ambos eram criados dum abastado proprietário de Alvares, em casa do qual  namoraram e casaram. 
Após o casamento fixaram-se  num local a  2,5 Km de Alvares,  onde  construíram uma  casa,  que foi  a primeira da aldeia, a que deram o nome se Amiosinho.

Como descendentes tiveram três filhos e dezoito netos, que viriam a alargar a povoação.

Em 1953, fundou-se em Lisboa a Comissão de Melhoramentos de Amiosinho. Na década de 90 a Comissão de Melhoramentos abarcou  os lugares de Gavião, Vale de Estroso, Conhos de Aigra, Vale da Mó e Madeiros Pequenos, situados nas redondezas da aldeia. Desde então, passou a chamar-se Comissão de Melhoramentos de Amiosinho e Lugarejos.

A padroeira de Amiosinho é Santa Luzia.
A Capela data de 1994 e foi construída  por subscrição pública e vários auxílios, sob orientação da Comissão de Melhoramentos.


Ao fundo da localidade, passa a ribeira do Sinhel  onde foi construído um açude que deu origem a   uma esplêndida piscina natural.

Caniçal


Até há década de 50 do século passado,a povoação do Caniçal,tinha várias dezenas de habitantes. Desde os anos 80, ficou deserta de pessoas durante a grande parte do ano e a maior parte das habitações estão praticamente em ruínas. 
As pequenas localidades que se seguem estão também em vias de desertificação humana. São lugares onde a natureza foi pródiga  e onde se pode   desfrutar da harmonia e tranquilidade que a região oferece.
 
Cilha Velha
Coelhosa

Corga de Vaca




Obrigada pela sua presença. Volte sempre.



Sem comentários: