segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Moscovo: Kremlin II

No Kremlin, tudo é majestoso, mas o que mais me impressionou foram os edifícios religiosos.
Numa das praças mais bonitas deste complexo, a Praça das Catedrais, localizam-se alguns dos mais belos templos religiosos da capital russa. São eles: 

Igreja da Deposição das Vestes:

Torres da Igreja da Deposição das Vestes Kremli

A construção da Igreja da Deposição das Vestes  foi iniciada em 1484 no local de uma igreja anterior. Originalmente,  serviu como capela privada do Patriarca de Moscovo mas, durante o século XVII passou a sê-lo da família real russa. 
Atualmente a igreja exerce funções de museu.

Catedral do Arcanjo São Miguel:
Moscovo Catedral do Arcanjo São Miguel

A Catedral do Arcanjo São Miguel, patrono do exército russo,foi construída entre 1505 e 1508, no lugar de uma antiga catedral, fundada em 1333.
No seu interior, destacam-se valiosos ícones dos séculos XVII-XIX, frescos  dos séculos XVI e XVII, bem como os candeeiros  do século XVII.
Tem cinco cúpulas representando Jesus Cristo e os Quatro Evangelistas e, no  o exterior,  nichos semicirculares  ornamentados com motivos florais.
Durante muito tempo, ali foram sepultados os
czares e  príncipes russos, entre os quais
Ivan, o Terrível, e seus filhos Ivan e Fyodor.


Catedral da Dormição ou Catedral da Assunção:
Catedral da Dormição Catedral da Assunção (3)
 Catedral da Dormição ou Catedral da Assunção
A Catedral da Dormição  é a igreja principal de Moscovo e foi construída em 1475, também ela, no local onde já tinha existido uma outra.
Esta catedral foi palco da  coroação de vários czares, bem como da  cerimónia de instalação de alguns   chefes da igreja ortodoxa russa.


Catedral da Anunciação:

Moscovo Catedral da Anunciação (3)
A Catedral da Anunciação foi construída  entre 1484 e 1489, no local duma antiga catedral do século XIV com o mesmo nome, e foi sempre a igreja dos Grandes Príncipes que viviam no belo palácio.
Tinha inicialmente três cúpulas às quais foram acrescentadas outras, em três das suas fachadas. Mais tarde, foram construídas mais quatro capelas laterais rematadas também com cúpulas.
As cúpulas e os portais das entradas norte e oeste são de cobre  folheados a ouro.
O seu interior é duma grande riqueza. As paredes são cobertas de belos frescos e o conjunto de ícones pintados pelos mais famosos mestres da pintura russa, que fazem parte do Patrimônio da Humanidade. 


Campanário de Ivan III

Moscovo Campanário de Ivan III
No local onde existia a igreja de São João Lestvinichnik, Ivan, o grande mandou construir um campanário, desenhado de acordo com o seu próprio projeto.
A construção deste campanário, com uma altura total de 81 m,  foi concluída em 1505 e, na época, era o edifício mais alto de Moscou. Ao lado do campanário, fica a famosa torre do sino (que abriga 21 sinos: o mais velho, Uspenski, pesava 64 toneladas. 
Para além dos templos religiosos, existem outros pontos de interesse na zona das catedrais.

O Sino do Czar:

Sino do Czar(200 Tonel)

Ao pé do campanário encontra-se o famoso Sino do Czar, fundido no século XVIII sendo o maior sino do mundo, com mais de 200 toneladas. Tem um pedaço partido mas  está sempre rodeado de turistas curiosos com  este objeto de tão grandes proporções.

O Canhão do Czar:
Canhão (fabricado em 1586)















O Canhão do Czar  é uma peça  da coleção artilharia do Kremlin, fabricado em 1586
É célebre pois é conhecido como o maior canhão do mundo, pesando cerca de 200 toneladas. É de  bronze, todo decorado, com pequenas inscrições e uma imagem do czar. Nunca foi usado e nunca fez qualquer disparo, mas tal como o sino do czar é objeto da curiosidade dos visitantes do Kremlin. 
vamos deixar a zona das catedrais e vamos seguir para os palácios do Kremlin, que serão tema do próximo post.







Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

Sem comentários: