quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Rosa Lobato Faria (1932 - 2010)

Os mortos são apenas invisíveis, mas não ausentes.
 (Leonardo Boff)




Hoje, dia 2 de Fevereiro, aos 77 anos deixou-nos  a romancista, poeta, locutora e actriz, Rosa Lobato Faria.


                                                         
 ( Foto: Caras)
Encontrava-se internada há cerca de uma semana num hospital de Lisboa, devido a uma anemia grave que aconteceu após complicações intestinais, surgidas no Verão passado.
Ficámos mais pobres pois era uma Senhora da Cultura portuguesa.
Em sua homenagem,   fica um poema  e o fundo musical com letras de sua autoria,  no post de hoje.

Quem me quiser há-de saber as conchas
a cantiga dos búzios e do mar.
Quem me quiser há-de saber as ondas
e a verde tentação de naufragar.



Quem me quiser há-de saber as fontes,
a laranjeira em flor, a cor do feno,
a saudade lilás que há nos poentes,
o cheiro de maçãs que há no inverno.



Quem me quiser há-de saber a chuva
que põe colares de pérolas nos ombros
há-de saber os beijos e as uvas
há-de saber as asas e os pombos.



Quem me quiser há-de saber os medos
que passam nos abismos infinitos
a nudez clamorosa dos meus dedos
o salmo penitente dos meus gritos.



Quem me quiser há-de saber a espuma
em que sou turbilhão, subitamente
- Ou então não saber coisa nenhuma
e embalar-me ao peito, simplesmente.

Partiu, não morreu porque " As rosas não morrem ".



Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

4 comentários:

Fernanda disse...

So' morre o que passou invisivel pelo mundo, o que mesmo andando nao conseguiu dar nada de si... parabens pela referencia

ELISABETE- disse...

é verdade amiga,as rosas nao morrem,as pessoas nao morrem apenas se transformam.uma grande senhora,senhora com S grande.de um certo modo,todos nos ficamos mais pobres,ela fazia parte de nos,pois qual de nos nao teve uma liçao escrita por ela.agora onde quer que ela esteja,nao sofre.talvez esteja a escrever poesia para os anjos,quem sabe.um bjo

Fernanda disse...

Querida Loudes,

Também prestei ontem a minha homenagem a esta grande Senhora que partiu, deixando-nos a todos mais pobres.
A minha homenagem está no Sempre Jovens.

Beijinhos

Joaquim Angelo disse...

As rosas não morrem mas por muito bonita que seja, e inteligente,infelizmente têm o seu dia como todos nós..É pena...Ficamos mais pobres...