sábado, 20 de fevereiro de 2010

Catástrofe na Madeira

A verdadeira medida de um homem não é como ele se comporta em momentos de conforto e conveniência, mas como ele se mantém em tempos de controvérsia e desafio.

(Martin Luther King)





Tenho acompanhado, ao longo do dia, o drama que está a viver a população da ilha da Madeira.
O clima, de vez em quando, prega-nos partidas e, este ano  tem sido fértil em inundações, enxurradas que  o mau tempo  tem provocado, um pouco por todo o mundo.
A ilha que é apelidada de A Pérola do Atlântico, em pouco tempo viu-se coberta de água, lama e destruição.
Desabamentos de terras cortaram estradas, destruíram pontes e casas e  provocaram o isolamento de algumas povoações.  Muitos madeirenses viram os seus haveres irem junto com a enxurrada e já há mais de 30 mortos, não se conhecendo, ao certo, o número de desaparecidos. O Curral das Freiras está incontactável e ninguém sabe o que por lá se passa.
Apesar do acidentado do terreno, nunca esta  ilha fora alvo dum desastre de tamanhas proporções. O grau de destruição é enorme e, mais uma vez, a solidariedade vai ser posta à prova.
Não há palavras para descrever os efeitos duma tempestade assim,
mas as fotos de hoje, não são da calamidade que se abateu sobre a Madeira, pois, muitas circularam ao longo do dia, na internet. Deixo sim, imagens de dias muito agradáveis e felizes que vivi naquela ilha há anos atrás.


- O acidentado do terreno é bem visível -


- Câmara de Lobos -

- Ribeira Brava -


- O Curral das Freiras -



- Vista a partir do Cabo Girão -



- Funchal: A avenida
onde as águas das enxurradas desaguaram -


Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

5 comentários:

ELISABETE- disse...

ola lourdes,nao posso acreditar com o q ouvi toda a tarde,em relaçao a madeira,meu deus.contra o fogo ainda ha a agua,mas contra a agua nao ha nada.aquela gentinha que perderam os familiares,os que perderam tudo,como se eles nao fossem ja,pobres.queira deus que a comunidade europeia os ajude.ja lhes chega o sufoco e as perdas humanas.bom domingo.bjinho

Fernanda disse...

Amiga Lourdes,

Também estou em estado de choque, uma verdadeira calamidade, uma coisa dantesca que temos vindo a assistir na televisão.

Minha querida a natureza está revoltada. Tenhamos todos consciência disso e façamos por recuperar o mal que lhe fazemos.

Pobres de todos os inocentes que sucumbem nestas desgraças.

Beijinhos

Flora Maria disse...

É muito triste saber de mais uma catástrofe, das muitas que tem assolado nosso planeta.
Que dias melhores cheguem para todos.
Beijos

Luis Antunes disse...

É sempre com enorme prazer que venho visitar este cantinho da Serra embora hoje a mensagem não seja aquela que nós desejarimos ler
Mas com a natureza não se brinca e de vez enquando prega destas partidas
Esta sendo realmente grave até porque nos toca de perto, não foi ainda assim comparada com o que temos visto por esse mundo fora
Estou a lembrar me por exemplo do Haiti bem vivo na nosa memória

Vim fazer uma visita de cortesia para deixar um abraço á autora do blogue O AÇOR e a todos os seus visitantes

Manuela disse...

Um horror!
ainda estão pessoas desaparecidas.
Nunca vi uma coisa assim.
Está melhor amiga?
Eu ainda nem por isso.
Bj
Manuela