sábado, 18 de julho de 2009

Fernão Ferro

A Arte nasce sempre de alguma paixão.
( Fernando Pessoa)





No primeiro dia da festa de Fernão Ferro, passei pelo recinto um pouco antes da sua abertura. davam-se os últimos retoques e ultimavam-se os preparativos para tudo estar em ordem à hora programada para a inauguração dos festejos.







- A entrada do Recinto das Festas -



Aproveitei o facto de ainda não haver público e tirei algumas fotografias do pavilhão onde funciona a Exposição de artesanato, nomeadamente a alguns trabalhos dos cursos de bordados e ponto de Arraiolos.



















Numa próxima postagem mostrarei fotografias dos cursos de pintura em tela e de artes decorativas, assim como da animação da festa.

Para terminar, recordem um bonito soneto de Florbela Espanca.


O Que Alguém Disse


"Refugia-te na Arte" diz-me Alguém "

Eleva-te num vôo espiritual,

Esquece o teu amor, ri do teu mal,

Olhando-te a ti própria com desdém.


Só é grande e perfeito o que nos vem

Do que em nós é Divino e imortal!

Cega de luz e tonta de ideal

Busca em ti a Verdade e em mais ninguém!"


No poente doirado como a chama

Estas palavras morrem...

E n'Aquele Que é triste, como eu, fico a pensar...


O poente tem alma: sente e ama!

E, porque o sol é cor dos olhos d'Ele,

Eu fico olhando o sol, a soluçar...


Florbela Espanca





Obrigada pela sua visita. Volte sempre.






3 comentários:

Dulce disse...

Lourdes

Ah, como gostaria de poder ir a essa feira!... Que coisas lindas devem estar por ai, ainda mais que gosto tanto de artesanato...
beijos

Lourdes disse...

Olá Dulce.
Isto foi só uma parte do Pavilhão dedicado ao artesanato. Brevemente vou mostrar a outra parte que tem também trabalhos muito bonitos.
Bjos

Osvaldo disse...

Olá Lourdes;

Uma das coisas que me levam a apreciá-la é esse seu ardor na defesa das tradições e do nosso artesanato. Onde houver um evento que defenda a nossa cultura, a Lourdes está sempre presente para nos dar conta dessas manifestações culturais.
Feliz do país e das suas regiões que tem defensores da sua cultura como o Lourdes.

Obrigado, Lourdes,

Osvaldo