quarta-feira, 9 de maio de 2012

Queijo Fresco

A serra sempre foi pasto de grandes rebanhos e o queijo que se fazia com o leite de cabras e ovelhas nela criados eram de muito boa qualidade e muito apreciados em qualquer parte do país.
Hoje nas encostas da serra já não se vêem os rebanhos nem se ouve o tilintar das campaínhas e chocalhos mas, na minha boca, ainda parece que sinto  o sabor do queijinho fresco da avó.


Encontrei no Facebook duma amiga, uma receita de queijo. Ainda não fiz esta receita  mas, logo que encontre o coalho líquido, vou experimentar, apesar de saber em que não é a mesma coisa.
INGREDIENTES:
1 litro de leite do dia ...(UHT) gordo,
20 gotas de coalho líquido (ou equivalente),
1 colher (chá) de sal.

PREPARAÇÃO:
Aquecer o leite, numa caçarola, a 35-40ºC (não mais). Acrescentar o sal, mexer, e as gotas de coalho, mexer e deixa repousar 45min.-1h (fora da placa eléctrica, se for o caso).
Após 1h, cortar com uma faca o leite coalhado e verter para um passador grande e bem limpo. Sem fazer pressão, deixar separar o soro. Deixar repousar 15min. ondulando o passador, de vez em quando, para eliminar "bolsas" de soro.
Colocar o leite coalhado em aros ou nas caixas de queijos frescos ou de requeijão de compra, que se guardaram.
Colocar numa caixa plástica ou tabuleiro e levar ao frigorífico 6h.
Rende 2 queijos de caixa grande.


NOTAS, MAS NÃO MENOS IMPORTANTES:
- Só funciona mesmo com leite do dia, gordo ou meio-gordo, sem ser do dia não dá. Actualmente só o leite Gresso de saco resulta;
- Só funciona com o leite tépido, se estiver quente não dá. Pode usar um termómetro de cozinha com o qual também pode medir a temperatura dos pontos de açúcar;
- O coalho, compra-se na farmácia e pode ser em pó ou líquido. A quantidade requerida para 1l de leite vem mencionada na embalagem e varia com a marca;
- As caixinhas onde se coloca o queijo coalhado devem ter 3-4 furos ou mais para possibilitar o escoamento do soro, podem ser usados os cestos (verdes) dos requeijões de compra;
- Levam-se os queijos ao frigorífico em caixa plástica ou tabuleiro tapado, de preferência em cima de rede plástica, com tampa ou película aderente, para que os queijos não absorvam os cheiros e gostos do frigorífico e possam escorrer;
- Querendo acrescentar algum tempero, pode-se picar coentros frescos/alho esmagado (picado não fica bem, pois depois encontram-se os bocadinhos) e adicionar uma colher (sopa) de ervas ao leite, antes do coalho;
- Querendo o queijo fresco mais semelhante a requeijão, durante o coalho do leite, ou no fim, mexe-se para quebrar os grandes coágulos;
- Querendo queijo creme, no fim do leite coalhado e seco, mistura-se metade do peso do queijo em manteiga apenas levemente amolecida e 2-3 colheres (sopa) de leite bem quente. Bate-se bem. Se for preciso (isto depende da quantidade de soro que o queijo ainda tinha) acrescentam-se mais colheres de leite quente até obter um creme suave. Leva-se ao frigorífico.

Obrigada pela sua visita.
Volte sempre.

1 comentário:

Cristina Mendes disse...

Olá M. Lourdes
Estou na Costa Rica há 2 meses e aquilo de que mais tenho saudades é do queijinho fresco de Portugal.
Hoje mesmo vou experimentar a sua receita. Depois lhe direi como ficou.
Obrigada por partilhar a sua arte.