segunda-feira, 21 de maio de 2012

Lenda dos “Barris”


 Reza a história que, certo dia, o Rio Alva foi alvo de uma grande cheia, na época das chuvas fortes. Junto ao rio um moleiro ao ir à janela, reparou que as águas arrastavam muitos barris. Pegou numa vara e conseguiu tirá-los para a margem. Uma vez que o ano foi de grande produção de vinho, as pessoas mostraram-se interessadas em comprar os barris. Para ...tal, contrataram o moleiro, com quem fizeram negócio, e ele passou a ser conhecido pelo “Moleiro dos Barris”. Desde então, quando alguém se deslocava a esse local, dizia que ia “ao Barril de Alva”.
A tradição conta ainda que este moleiro tinha três filhas que, depois de casarem, ficaram a viver em três locais diferentes: uma no Casal Cimeiro, outra no Casal do Meio e a terceira no Casal Fundeiro.
Estas vieram a ser as povoações da Freguesia.


Photobucket


Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

3 comentários:

João Celorico disse...

Olá, Lourdes!

Assim, não vale! Gosto muito de lendas, e esta também é bonita, mas não é preciso repeti-la!

Abraço,
João Celorico

Luís Coelho disse...

Uma história muito bonita e que explica o nome da povoação.

alfacinha disse...

uma lenda linda e um nome original para aqulas aldeias
cumprimentos