domingo, 6 de maio de 2012

Dia da Mãe

É lugar comum dizer-se  que Dia da Mãe são todos os dias do ano e é assim para todos os bons filhos. No entanto, por mais que não queiramos estas datas comemorativas instituídas  fazem recordar ainda mais os eventos que festejam. No meu caso, o dia que hoje comemoramos é triste. Já não tenho a minha mãe junto a mim em carne e osso. Sei que ela me acompanha e protege todos os dias e a todas as horas mas ao ver toda a movimentação que esta data provoca, sinto uma enorme nostalgia e a saudade aperta ainda mais.  Porque a perdi numa altura em que ainda me fazia muita falta e porque me faltam as palavras para expressar o que sinto, sirvo-me das palavras escritas por "um dos maiores".
Photobucket

 
Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

5 comentários:

Campista selvagem disse...

É vida...
Como sabemos é uma passagem, e muito rápida quando falamos de alguém que nos toca prefundamente, é que MÃE só há umapara cada um, claro a nossa é sempre a melhor de todas.

Artes e escritas disse...

Uma belíssima homenagem póstuma àquela que mora nos corações dos filhos! Um abraço, Yayá.

João Celorico disse...

Olá, Lourdes!

Por tudo isso que diz é que, no "post" de abertura do meu blog (1 de Outubro de 2009), criado em homenagem e memória da minha mãe, falecida apenas há 5 dias), eu resolvi abrir com 2 poemas, um dos quais este do Miguel Torga, uma vez que eu não estava em condições de elaborar o poema que depois haveria de fazer.

Neste dia, beijinho solidário,certo de que elas estarão sempre connosco.

João Celorico

aluap disse...

Através do blog da Yayá cheguei ao seu e o seu texto tocou-me. Somente me ocorre dizer, para quê um dia absurdo quando o tempo de uma mãe é toda a eterninade?

Um abraço para si,
Paula (O NOVO BLOG DOS FORNINHENSES)

alfacinha disse...

Mães são seres humanos dotados de toda bondade e pureza. O que seriam de nos sem mães
cumprimentos de Antuérpia