quinta-feira, 15 de outubro de 2009

As Vindimas II

Os vinhos são como os homens: com o tempo, os maus azedam e os bons apuram.
(Cícero)

---------------------------------


Depois dos pipos preparados, é chegada a altura de se cortarem as uvas. Antigamente este era um serviço trabalhoso, mas também muito alegre. As pessoas juntavam-se e ajudavam-se mutuamente. Sob um sol, por vezes escaldante, por entre conversa animada e alegres cantorias, o trabalho surdia mais e tornava-se menos duro.
As uvas eram colocadas em cestas e eram transportadas para as adegas e lagares. Actualmente já se usam também, alguidares ou baldes de plástico.


- Uvas transportadas em cestas -

- Uvas transportadas em baldes de plástico reutilizados -
Nas adegas e lagares procedia-se à esmaga das uvas. Actualmente, este trabalho é realizado em esmagadores ou em prensas, onde são colocadas as uvas que depois são esmagadas.



- Um esmagador sobre uma dorna -


- O vinho a sair, resultante da prensagem das uvas -

Antigamente as uvas eram depositadas em dornas e em celhas onde os homens descalços, as pisavam até separarem o sumo (mosto) dos caules e casca dos bagos das uvas. Desta forma, era produzido vinho sem o tanino que se forma nos processos mecânicos.


- Mexendo o mosto -


Em qualquer dos casos, ficava tudo depois a fermentar durante mais ou menos 3 dias.



- A dorna após a pisa das uvas -






Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

Sem comentários: