segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Pelos Caminhos de Portugal: Castelo de Ourém

Durante o fim de semana, com um grupo de amigos, fizemos mais um passeio pelos caminhos de Portugal. Desta vez, pretendíamos visitar e conhecer melhor o castelo de Ourém.

 photo DSC04353.jpg







Este castelo situa-se no alto dum monte no centro do país, destacando-se na planura circundante.   
Dele se podem desfrutar magníficos pormenores paisagísticos da bonita região situada a seus pés.


 photo DSC04288.jpgNão se conhece ao certo a origem do povoamento do local onde se situa o castelo, que inicialmente tinha o nome de Abdegas. As escavações arqueológicas levam-nos até  à pré-história, mas também ali marcaram presença os Romanos, Visigodos e Árabes, pensando-se que a construção do castelo se deva a estes últimos.

Este local, estrategicamente situado entre duas importantes vias,  possuindo uma riqueza de recursos naturais, dos quais se destaca uma nascente de água permanente, deverá ter tido grande influência na construção do castelo e, posteriormente, no aparecimento da vila. 

 photo DSC04328.jpg


O primitivo castelo, foi conquistado aos mouros por D. Afonso Henriques, que o mandou reconstruir e doou à filha, a infanta D. Teresa, referindo-se, na época,  ao local  com o nome de Auren. D. Teresa concedeu-lhe carta de foral em 1180.

A povoação foi-se  desenvolvendo à volta do castelo, até chegar à posse de  D. Afonso, 4.º Conde de Ourém, neto de duas figuras proeminentes da nossa história: D, João I e D. Nuno Álvares Pereira. 

 photo DSC04334.jpg

Nessa altura,  registou um período de grande desenvolvimento até ser destruído quase por completo pelo terramoto de 1755 e pelas invasões francesas.
Com a decadência provocada por sucessivas catástrofes,a sede do concelho mudou para  a Vila Nova que, entretanto, se desenvolvia no vale situado no sopé do monte.

 photo DSC04289.jpg





Só em 1910, o castelo  foi considerado um monumento de importância histórica e, mais tarde,  alvo  de obras de restauro a cargo da Fundação da Casa de Bragança, que lhe restituiu parte do seu antigo aspeto.
O castelo e a vila velha formam um conjunto arquitetónico pitoresco, digno de uma visita. 
Por essa razão,  durante os próximos dias, partilharei alguns locais de interesse, que espero sirvam de motivação para uma visita a esta localidade com o seu castelo.





Obrigada pela sua visita. Volte sempre.



Sem comentários: