terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Cebola que foi, S. Jorge da Beira que é...



Várias foram as aldeias do país que mudaram de nome ao longo dos tempos. A minha aldeia aprece no Registos Paroquiais com o nome de Sobral e só mais tarde aparece com uma designação aumentada para  Sobral Magro.
Do outro lado da serra existe uma aldeia em que o nome mudou completamente: Cebola. Esta designação já  aparece num documento em 1245, mas pertenceu como lugar da freguesia de Casegas até 1887. A povoação aparece depois com o nome de S. Jorge de Cebola, talvez por ter como padroeiro S. Jorge.  Finalmente, em 1960, a aldeia passou a denominar-se definitivamente para  S. Jorge Beira.
Uma coisa é certa, Cebola, S. Jorge de Cebola  ou S. Jorge da Beira, esta é uma bonita aldeia, situada numa das  encostas da serra do Açor, não muito longe  do seu ponto mais alto localizado no Picoto de Cebola, a 1418 metros de altitude.
  - S. Jorge da Beira -
Foto: Alfredo Pereira

Em grande parte, o seu desenvolvimento deve-se ao início da actividade mineira ali bem perto nas minas da Panasqueira que durante a primeira metade do século passado, atingiu o seu auge e trouxeram para a região um grande número de migrantes, alguns dos quais acabaram por ali se fixar. 
Apesar de situada no concelho da Covilhã,  encontra-se numa zona próxima do limite do concelho de Arganil,   não admirando pois,   ser bem conhecida de muitos  habitantes do outro lado da serra, que durante muitos anos trabalharam nas Minas.
Muitas foram as histórias que ouvi contar aos meus conterrâneos que ali trabalharam, sobre a difícil actividade mineira.  Deles faz parte o meu pai que ali trabalhou durante um curto período de tempo, ainda bastante jovem.

- Minas da Panasqueira -

A freguesia de S. Jorge da Beira merece uma vista. Para além da paisagem serrana  de uma beleza indescritível, possui um  património histórico digno de ser apreciado. Dele fazem parte  a Casa Museológica, as capelas de Nossa Senhora de Fátima, de Santa Bárbara (Panasqueira), de Santa Teresinha (Casal de Santa Teresinha), de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Vale de Cerdeira), o Coreto (Cambões), a Casa de Cinema e Teatro (Panasqueira) e as Galerias Mineiras situadas na Panasqueira e Vale de Ermidia.

Obrigada pela sua visita. Volte sempre.




2 comentários:

Luís Coelho disse...

Sempre a convidar-nos para visitarmos esses pontos lindíssimos de Portugal.

Toda a Serra do Açor é muito bela e quem vai tem de levar tempo para ver e descobrir muitas coisas que não vêm nos mapas

alfacinha disse...

Cebola é um nome digno .há uma cidade na Belgica onde os habitantes têm com alcunha " cebola " e trazem este nome com muito orgulho .
Cumprimentos