sábado, 8 de novembro de 2008

A Apanha da Azeitona



Não é o objectivo que tem interesse, são os meios para o alcançar
(Georges Braque)

§§§§§------§§§§§


É geralmente no início de Novembro que se iniciam os trabalhos da apanha da azeitona, que na nossa região se processa utilizando o processo manual. Isto é: normalmente os homens sobem se às oliveiras, usando grandes escadas e sacodem os ramos. Há também quem vareje os ramos, até as azeitonas se soltarem. Este processo é evitado para não danificar nem as azeitonas nem as oliveiras.
As azeitonas caem em cima de fardos estendidos no chão por baixo das oliveiras e as mulheres apanham-na para cestos ou sacas.
Procede-se então à escolha e, depois de ensacada, é levada para os lagares onde se faz o azeite.

- Mulher colocando a escada encostada à oliveira -

Parte dela é levada para casa para curtir e depois ser consumida durante o ano.
Actualmente existem já processos mecânicos ao dispôr dos olivicultores. No entanto nas encostas elevadas da nossa serra, é o processo manual que persiste.

- Um fardo com azeitonas -

2 comentários:

MGomes disse...

Até na apanha da azeitona estas imagens já pertencem à galeria das tradições, em muitos lugares do nosso país!A máquina já vibra a pobre a oliveira que não atinge de altura, mais do que a necessária para ser adaptada à industrialização da agricultura! Tempos modernos, estes que vivemos!!!!

Lourdes C. Filipe Martinho disse...

É verdade vizinho. Um dia destes, todos os trabalhos agrícolas a que estávamos habituados não passarão de recordações. É o progresso...