quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Candosa Tábua

Vamos hoje conhecer um pouco de Candosa, a sede duma das onze freguesias  concelho de Tábua. Fica situada  numa das encostas do monte da Gardina e o seu nome   deriva de "Candenoso" que significa pedregoso.



Nas inquirições de 1258  Candosa é referida como Terra de Seia.
Por doação régia, passou para a posse ao Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra,  e, mais tarde, transitou como couto para a Sé de Coimbra. 
Em 1514, el rei D. Manuel I, outorgou-lhe foral, passando a ser vila e sede de concelho. 
Em 1842, o concelho da Candosa foi extinto e a freguesia foi integrada no concelho de Midões.
Em 1855, passou para o concelho de Tábua ao qual pertence actualmente.



O orago da povoação é São Facundo.
A Igreja Matriz é um templo simples com campanário que foi restaurada no século XVIII.
No interior destacam-se vários elementos:
- o  baptistério muito antigo;
- três retábulos do início do século XVIII;
- Várias imagens de pedra datadas do século XVI;
- um Crucifixo de pau preto e marfim, do século XVII;...
Do património de  Candosa há ainda a referir:
- Capela de São Vicente 



Outrora este Santo era venerado numa Capela que  foi demolida. O templo actual foi mandado construir, para comemorar as bodas de outro matrimoniais dum habitante da povoação.
No interior, sobressai a imagem de São Vicente, datada do século XV. 
- Capela das Alminhas
Esta pequena capelinha é o local onde os naturais da Candosa vão colocar as suas esmolas.



Como recordação do antigo concelho medieval, existe nesta localidade um Pelourinho manuelino, do século XVI, que foi considerado imóvel de interesse público.  







Obrigada pela sua presença. Volte sempre!

Sem comentários: