terça-feira, 26 de maio de 2015

Pelos Caminhos de Portugal: Linhares da Beira

Junto à aldeia natal dos meus pais situa-se a povoação  do Piódão, sobre a qual já aqui escrevi várias vezes e mostrei bastantes imagens. Esta povoação está integrada num grupo de 12 aldeias denominadas por Aldeias Históricas de Portugal. São elas:  Almeida, Belmonte,Castelo Mendo,Castelo Novo, Castelo Rodrigo, Idanha-a-Velha,Linhares, Marialva,  Monsanto, Piódão, Sortelha e Trancoso.

Conhecendo bem o Piódão, sentia uma grande curiosidade em conhecer as outras povoações. Durante a semana passada tive oportunidade de conhecer mais três.

Hoje começo com Linhares da Beira, uma povoação situada na vertente ocidental da Serra da Estrela, a uma  altitude de 180 metros.
Esta aldeia histórica ,  teve outrora  grande importância na região e tem, nos dias de hoje,  testemunhos do passado em cada pedra das suas ruas, , das suas casas bem preservadas ou do seu castelo altaneiro.

O castelo essencialmente militar, ergue-se no alto dum monte, tendo a povoação a seus pés e oferece ao visitante uma paisagem de rara beleza. 
A aldeia teve origem num castro posteriormente ocupado e desenvolvido pelos Romanos e tem várias marcas desses tempos em sepulturas, num trecho da calçada romana e em parte do edifício actualmente chamado Fórum de Linhares.

Foi palco de lutas pelo poder da região.Habitada por Lusitanos,  por ali também passaram Visigodos e Árabes e foi conquistada por D. Afonso Henriques, que  lhe concedeu a primeira carta de foral em 1169.
Linhares viu ainda o seu foral reconhecido por D. Sancho I em 1198, por D Afonso II em 1217, e recebeu foral novo, dado por D. Manuel I em 1510. 

Do património histórico da localidade,  destacam-se ainda a igreja matriz de origem românica, que guarda três pinturas do mestre português Grão Vasco, o pelourinho manuelino, a casa da câmara, com armas reais de Dona Maria, o solar Corte Real, construção barroca do século XVIII e o solar Brandão de Melo, edifício neoclássico do século XIX. 
Atualmente pertence ao concelho de Celorico da Beira e é palco de descidas de parapente sendo conhecida como Capital do Parapente.
Em 2013 a Antiga Vila de Linhares da Beira é classificada como Conjunto de Interesse Público.

Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

1 comentário:

Luantes Luis Antunes disse...

É sempre com grande prazer que entro neste blogue e me delicio com os belos textos e imagens que a amiga Lurdes Martinho aqui publica.


Sou fã