sexta-feira, 8 de maio de 2015

Cruzeiro no Golfo Sarónico

A Grécia, para além da parte continental, conta ainda com mais de 6000 ilhas e ilhéus, embora só 227 sejam habitadas.
Aproveitando a estadia em Atenas, fizemos um pequeno cruzeiro por três ilhas do Golfo Sarónico, em pleno  mar Egeu.
São desse cruzeiro as imagens que se seguem:
Partimos do porto do Pireu e deixámos Atenas para trás.



Ilas do Mar Egeu
Durante a viagem passámos por várias  das numerosas ilhas do mar Egeu.
Hydra
A primeira ilha foi Hidra, uma maravilhosa ilha  com casinhas alcandoradas pela  montanha acima, banhada por um magnífico mar azul e cristalino.


Hidra Forte
Na ilha, o forte    recorda a sua importância nas batalhas navais da Guerra da Independência da Grécia.
Hydra
Hidra é uma ilha singular com casas branquinhas,  flores por todo o lado e ruas sem trânsito automóvel, onde o meio de transporte utilizado é o burro.
Poros
Poros, foi a segunda ilha que visitámos e é a menor de todas elas. Chama a atenção pelo seu  casario branco e janelas azuis.






































Poros possui uma excelente infraestrutura turística  e, a proximidade do continente, faz dela um apetecível destino turístico.
Banhada também por um imenso mar azul, ao seu porto chegam luxuosos navios das mais diversas partes do mundo.


Aegina
Finalmente atracámos em Aegina, a maior das três ilhas que visitámos e a mais próxima  de Atenas. Em 1828 foi declarada a primeira capital da Grécia moderna.
Aegina
Na colina de Kolona,situa-se um dos lugares arqueológicos mais importantes de Aegina.











DSC06528
Junto ao mar, destaca-se a igreja ortodoxa de Panagitsas,  com a sua grande cúpula e arcos abobadados com vista para o porto. 
Na ilha, destacam-se ainda o Templo de Aphaia (a 13 km da cidade) e a bela Basílica de São Nektários, um local ao qual se atribuem poderes curativos.

DSC06544

Por fim, regressámos a Atenas. Durante o percurso tivemos a companhia dum bando de gaivotas que nos seguiram durante algum tempo.

Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

Sem comentários: