quinta-feira, 28 de maio de 2015

Aldeias Históricas: Trancoso 1

Faz parte do roteiro de aldeias históricas de Portugal e pertence ao Distrito de Guarda. O centro histórico é cercado por grandes muralhas, onde se abre a Porta d’El Rei, construída em homenagem ao rei D. Dinis, que casou em Trancoso com Isabel de Aragão, em 1282. Os principais monumentos são o pelourinho, o castelo e a Igreja de São Pedro.

Texto copiado de: http://www.blogmarcossantos.com.br/2013/02/18/as-belezas-da-imponente-serra-da-estrela/
Copyright © Blog do Marcos Santos
Bem perto de Linhares da Beira, em  pleno interior da Beira Alta vamos encontrar Trancoso, uma cidade que pertence ao distrito da Guarda. 
Devido à sua posição estratégica, situada num planalto a 898 m de altitude, foi uma  importante vila medieval  com grande importância na reconquista cristã. Nessa época,  Trancoso era um pequeno lugar dentro do castelo.
Por ali se fixaram  romanos, visigodos, mouros e cristãos, até que  D. Afonso Henriques o conquistou definitivamente, em 1160, concedendo-lhe carta de foral, confirmada por D. Afonso II, em 1217.
Situada perto da fronteira,  a vila de Trancoso ganhou importância no país, pois para além de ter papel preponderante na defesa do território, ganhou também  grande importância  na  actividade comercial,  quando D. Afonso III, criou a sua feira franca. O nome da vila de Trancoso ganhou ainda mais notoriedade, quando foi escolhida para ali se realizar  o casamento de D. Dinis com D. Isabel de Aragão. 
À medida que a população aumentava, foi-se espalhando pelos arredores do castelo. D. Dinis mandou então construir nova muralha, onde albergasse  casas, terrenos e o próprio castelo. 
Trancoso voltou a ter importância primordial na defesa do país, durante a guerra pela Independência, quando tomou o partido do Mestre de Aviz, derrotando o rei de Castela que reclamava a coroa portuguesa, na batalha de Trancoso em 1385. 
No final do século XIX, a população já não cabia dentro das muralhas e a vila estendeu-se pelos arredores, até que, em  9 de Dezembro de 2004, foi elevada à categoria de cidade. 
No entanto, os trancosenses sempre tiveram orgulho no  passado e preservaram a  zona histórica  com o seu belo castelo medieval situados intra muralhas.    


Atravessando as Portas d'El Rei, uma das várias entradas na zona histórica, podemos respirar um pouco do ambiente medieval, percorrendo as suas ruas ladeadas de casas de pedra granítica, enfeitadas com rosas e hortênsias e apreciando os diversos monumentos e vestígios históricos que, juntamente com o castelo, fizeram com que Trancoso fosse integrado na rede das Aldeias Históricas.





Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

Sem comentários: