sexta-feira, 20 de julho de 2018

Porque É Fim de Semana: Açores

Porque é Fim de Semana, vamos seguir para o Concelho de Celorico da Beira e para a União das Freguesias de Açores e Velosa.
Esta freguesia é o resultado da junção de duas antigas freguesias, no âmbito da Reforma Administrativa Nacional de 2013.
Hoje vamos conhecer um pouco da aldeia dos Açores.




Não se conhece a origem desta povoação, mas pensa-se que poderá ter sido um  castro, o castro de Açores, lugar importante da era visigótica. 
Na Igreja, existe uma sepultura duma princesa visigoda, chamada Suintiliuba , com a data de 666 d.C..
Ao longo dos tempos, este local ter-se-à expandido dando origem a uma povoação.
Sabe-se que nem sempre foi conhecida pelo actual topónimo, pois em determinada altura, era conhecida por  Freixial.  O topónimo  actual está relacionado com a ave com o mesmo nome. 
A povoação  foi  vila entre 1512 e o início do século XIX. 
Foi sede de freguesia  à qual pertencia o lugar da Aldeia Rica. 
O orago desta antiga freguesia é Nossa Senhora dos Açores.
A igreja paroquial é um templo de origem pré românica, que sofreu várias alterações ao longo da sua existência.



O exterior tem traçado barroco onde se destacam  os elgantes   portal e janelão.
No interior o destaque vai para a Capela-Mor, revestida com azulejos de finais do século XVIII e para o túmulo da princesa visigoda. 
Para além da Igreja Matriz, existem outros locais de interesse patrimonial:
- Pelourinho
De estilo manuelino foemado por um soco com cinco degraus, fuste em forma de prisma sobre o qual existe um cubo onde sobressaem as armas nacionais, terminando  em forma de pirâmide.


  
- Solares dos Baptistas, Solar dos Cabrais e
Solar dos Cardeais 
- Forca 
- Cadeia
- Sra. da Agonia 
- Pedra dos Mouros 







Obrigada pela sua presença. Volte sempre!





Sem comentários: