sexta-feira, 7 de julho de 2017

Porque é fim de semana: Aldeias Anexas a Vila Nova do Ceira

Porque é fim de semana, vamos conhecer mais algumas aldeias do concelho de Góis, desta vez são pequenas povoações anexas e que estão já ligadas a  Vila Nova do Ceira .

Fonte do Soito


Esta pequena localidade fica situada à saída de Vila Nova do Ceira,à beira da Estrada Nacional 2, que liga a Vila Nova de Poiares.
No local onde se encontra a placa informativa de fim da povoação está outra indicando o início duma outra.

Caracol


Na continuação da Fonte do Soito, está a aldeia de Caracol.
Nesta localidade, existe um grande edifício, com aspecto de abandonado, mas que já foi muito importante na freguesia. 
Foi adquirido no séc. XIX pelo Comendador Monteiro Bastos, após o seu regresso do Brasil. Em 1916, transformou-o em hospital e doou-o à Câmara Municipal de Góis, da qual foi presidente por várias vezes.



Mais tarde, foi utilizado  como sanatório, até a tuberculose não necessitar de internamento.  Funcionou depois,  como centro de férias e  como centro de dia.
Entretanto, estas valências mudaram de local e o edifício ficou ao abandono.Actualmente, encontra-se bastante degradado, apresentando as paredes, janelas e portas com sinais de deterioração graves.   

Cerejal

Na estrada que liga Vila Nova do Ceira ao Conjunto Turístico da Candosa, vamos encontrar o Cerejal, uma povoação separada da vila apenas por uma ponte em granito, sobre o rio Sótão. O topónimo desta aldeia parece derivar da existência de muitas cerejeiras naquele local, em tempos passados.  

Murtinheira

Também ligada à vila encontra-se a Murtinheira.
Esta povoação encontra-se bem próximo do local onde  o Sótão desagua no Ceira.
Em tempos, na aldeia existiu uma capela situada na  margem direita do rio Sótão, cujo orago era São Silvestre. Os antigos dizem que a capelinha foi destruída por uma enxurrada, tendo escapado apenas a imagem do Santo.

Obrigada pela sua presença. Volte sempre!

Sem comentários: