sexta-feira, 2 de junho de 2017

Porque É Fim de Semana: Malhada e Casais (Foz da Cova, Belide, Carrimá)

Porque é fim de semana, vamos prosseguir  a descoberta das aldeias do concelho de Góis.
Vamos visitar  mais  algumas localidades pertencentes à União  das Freguesias  de Cadafaz e Colmeal.
Malhada

Ao longo dos tempos esta aldeia tem sido alvo  das intempéries que  têm deixado os seus habitantes em grandes dificuldades.
Em 11 de Agosto de 1899 "uma violenta trovoada reduziu esta povoação à miséria" e em 1991, um dos maiores incêndios florestais da região destruiria algumas habitações da povoação.

A população desta povoação foi sempre bastante lutadora e a Malhada foi uma das primeiras povoações da freguesia a ficar ligada à estrada nacional.Para tal, foi constituída  uma Comissão de Melhoramentos onde se juntaram uma série de casais vizinhos: Carrimá, Foz da Cova e Quinta de Belide.

O padroeiro da aldeia é S. José. Pensa-se que a sua Capela foi construída há mais de 200 anos, tendo  sofrido vários restauros ao longo dos tempos. O último  aconteceu  em 1979, sendo praticamente toda demolida e erigida uma nova.   


No seu exterior, encontra-se uma lápide com a seguinte inscrição: "A 11.8.1899, uma violenta trovoada reduziu esta povoação à miséria. Para que tal catástrofe não se repita, prometeu-se a S. José uma festa anual como memória desta promessa. Mandou colocar esta lápide a Comissão de 1943".



Na aldeia existe também uma Capela dedicada a  Nossa Senhora de Fátima, construída   em 1929 em reacção aos acontecimentos de Fátima, que foi reconstruída em 1988.

Os casais:


- Carrimá
A povoação de Carrimá fica situada  no limite do concelho de Góis e a escassos metros do concelho de Pampilhosa da Serra.
Foz da Cova
Foz da Cova, é um casal que actualmente se encontra sem moradores.
Quinta de Belide

Na mesma situação encontra-se a Quinta de Belide.







           Obrigada pela sua presença. Volte sempre.












Sem comentários: