quarta-feira, 7 de junho de 2017

Lagos da Beira

No  concelho de Oliveira do Hospital existem várias localidades que ainda não foram alvo dum post no Açor. É o caso de Lagos da Beira.


Na região onde está implantada esta povoação foram descobertos vários vestígios arqueológicos  do neolítico que nos levam a concluir que a presença humana no local é bastante remota e que ali terá, em tempos, existido  um castro. 
Foram também descobertas  várias sepulturas antropomórficas que confirmam a ocupação da região pelas civilizações  romana e muçulmana. 


A povoação inicialmente chamava-se  São João de Lagos e, em 1258, foi referida, pela primeira vez, nas inquirições de D. Afonso III. 
... um dito Pedro Garcia responde à inquirição real afirmando-se natural desta terra então chamada  João de Lagos, cuja vila e igreja eram reguengo da Coroa, estando aforado à Ordem de S. João do Hospital.


Em 1833 o topónimo foi alterado. Deixou de se chamar São João de Lagos, passando para o actual Lagos da Beira.
Em 1836  o concelho de Lagos da Beira foi extinto e a povoação perdeu a categoria de Vila. A partir de então, passou a ser uma aldeia sede de freguesia do concelho de Oliveira do Hospital.
Em 2013, após a Reorganização Administrativa do Território, esta freguesia foi agregada com a  da Lajeosa, passando a formar a União das freguesias de Lagos da Beira e Lajeosa.


O padroeiro da aldeia é S. João Baptista.
A Igreja Matriz é um  edifício  do Séc. XV/XVI. Inicialmente tinha estilo manuelino, mas uma reforma feita no século XIX, conferiu-lhe o aspecto actual.


Do património de Lagos da Beira destaco ainda:
- Biblioteca Museu Tarquínio Hall 
- Capela de S. Jorge 
- Capela de S. Roque   
- Capela de S. Miguel 
- Cruzeiro 
- Fragmento do pelourinho 
- Inscrição templária 
- Antigo tribunal e cadeia 
- Sepulturas escavadas na rocha 
- Menir 






Obrigada pela sua presença. Volte sempre.


Sem comentários: