segunda-feira, 24 de março de 2014

Marrocos: Casablanca I

Conhecendo o país de  lés a lés, é natural que a minha curiosidade esteja voltada para outros países, para descobrir outros modos de vida e  outras  culturas. 
Desta vez, a escolha foi para Marrocos, onde partimos à descoberta de cidades como Casablanca, El Jadida (antiga Mazagão), Safi e Marraquexe.
Casablanca Mesquita Hassan II


A primeira  que visitámos foi  Casablanca, cidade mítica que inspirou o filme do mesmo nome e que se caracteriza pela sua modernidade.
Nesta cidade, há locais de visita obrigatória.
O Mercado Central:

Mercado Central (3)
Este é o principal mercado do centro da cidade, criado pelos franceses durante a sua ocupação do país.
Nele se podem comprar diversos produtos alimentares, algum artesanato e plantas. 

Mercado Central (6)
Praça Mohammed V:

Casablanca2120033

Esta é a praça mais importante da cidade e o centro nevrálgico da capital económica de Marrocos,  em torno da qual se localizam  os principais edifícios públicos: o Palácio da Justiça, os Correios e o Banco de Marrocos.

Casablanca Praça Mohammed V
Num dos extremos da praça,  há um espaço com uma grande fonte, habitada por dezenas, senão centenas de pombos, onde os habitantes da cidade afluem para passar algum tempo de lazer.

Mesquita Hassan II:
Casablanca Mesquita Hassan II

A Mesquita Hassan II é uma atração imperdível para quem visita Casablanca e  a única que se pode visitar em Marrocos. É a terceira maior do mundo árabe, podendo albergar no seu interior cerca de 25 000 pessoas e, no exterior, 75000.

Casablanca Mesquita Hassan II

Este templo muçulmano inteiramente pago pelos crentes,  duma grandiosidade arquitetónica esmagadora, tem a particularidade de se encontrar construída, parte sobre a terra e parte sobre as águas do oceano. O  seu minarete tem 200 metros de altura e os lazers  daqui emitidos são visíveis ao longo de vários quilómetros.

Casablanca Mesquita Hassan II

Para entrar na mesquita têm que se descalçar os sapatos, mas vale bem a pena. Os detalhes arquitetónicos são fabulosos desde as madeiras de cedro ricamente trabalhadas, aos mármores marroquinos e italianos, aos opulentos  lustres italianos,  aos mosaicos coloridos ou aos bronzes.

Casablanca Mesquita Hassan II

Na parte subterrânea da mesquita situam-se as salas de  ablução, onde os fiéis se purificam antes de cada oração e a sala de banho turco (Hammam).

Casablanca Mesquita Hassan II

(Continua)


Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

Sem comentários: