segunda-feira, 17 de março de 2014

Esta Lisboa Que Eu Amo: Ruínas do Convento do Carmo

Neste início de semana, vou regressar à minha cidade, Lisboa.
Numa colina em frente ao castelo de S. Jorge, erguem-se as ruínas do Convento do Carmo.

Lisboa - Ruínas do Convento do Carmo photo P9290123.jpgO convento do Carmo foi mandado contruir em 1389 por D. Nuno Álvares Pereira, na sequência da  batalha de Aljubarrota e funcionou inicialmente como convento carmelita. Ele próprio entrou para o Convento doando-lhe todos os seus bens,   onde viveu até ao final da vida e escolhendo-o para permanecer após a morte. 


Lisboa - Entrada do Convento do Carmo Rossio photo P9290130.jpg

A igreja que foi na época a principal igreja gótica da capital, acabou por ruir durante o terramoto de 1755 e todo o seu recheio foi destruído pelo incêndio que lhe sucedeu.
Ainda foram iniciadas obras de reconstrução mas, a extinção das ordens religiosas no país, pôs fim à reconstrução.


Lisboa - Ruínas do Convento do Carmo photo P9290124.jpg


Atualmente, a parte que não foi destruída pelo terramoto serve de instalação ao Comando da GNR e as ruínas servem de sede ao Museu Arqueológico do Carmo. 

Lisboa -  Convento do Carmo - Quartel da GNR photo P9290131.jpg
 
Obrigada pela sua visita. Volte sempre.







Sem comentários: