quinta-feira, 18 de novembro de 2010

A Serra e os Rios

Seja nos seus cumes mais elevados seja nos seus vales  verdejantes, a serra do Açor deslumbra-nos com as suas paisagens de rara beleza.
Nos seus pontos mais elevados a vista espraia-se por uma imensidão de  montes e montanhas com seus vales profundos.
Entre a serra da Estrela, e a serra da Lousã, com elas  forma um maciço montanhoso onde   se espalham numerosas aldeias em que o granito e o xisto predominam e onde,   para se poder subsistir, os nossos antepassados tiveram que adaptar as encostas íngremes à agricultura, com a construção dos socalcos, tão típicos desta região.
 
Mour  

- A Mourísia com os seus socalcos -


Pelos vales estreitos  serpenteiam os rios Alva e Ceira bem como numerosas ribeiras que os alimentam.
O rio Alva, nascido na serra da Estrela, corre por entre esta serra e a serra do Açor, formando um vale onde a vegetação luxuriante que tem resistido  aos incêndios nos presenteia com uma mancha florestal de grande beleza  e nos oferece aqui e além algumas praias fluviais que fazem as delícias dos turistas em época de calor.

Barril do Alva
 
- O Rio Alva no Barril do Alva -
 
O rio Ceira, nascendo bem perto da aldeia histórica do Piódão, corre também entre duas serras: a do Açor e a da Lousã. Oferece-nos igualmente, ao longo do seu percurso, uma bela  paisagem tanto atravessando pequenas aldeias como no seu percurso sinuoso por entre as encostas rochosas da serra.
Ponte de Fajo

- O rio Ceira cruzando a povoação de Ponte de Fajão -




Obrigada pela sua visita. Volte sempre.



 

3 comentários:

Carlos A.P.Ramos disse...

Como sempre, um belo texto. Cordial abraço

alfacinha disse...

A senhora Lourdes faz -me cada vez mais curioso a respeito da Serra de Açor, e uma visita impõe -se para descobrir este oásis verde de serenidade e beleza intacta.
cumprimentos de Antuérpia.

Flora Maria disse...

Essas paisagens rurais, montanhosas e verdes, causam-me muita alegria.

As pequeninas aldeias incrustadas nas montanhas são verdadeiros presépios que emocionam o olhar.

Lindo, muito lindo...

Beijo