segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Pelos Caminhos de Portugal: Açores1

 
Continuo hoje a folhear o álbum de fotografias da minha viagem à ilha de S. Miguel, no arquipélago dos Açores.
Outro local incontornável é a freguesia das Sete Cidades,   situada na caldeira do vulcão com o mesmo nome. Tem como padroeiro S. Nicolau, cuja igreja fica situada ao fundo duma longa  e bonita alameda rodeada de árvores de grande porte.
 
Photobucket
 
- Alameda tendo no topo a igreja de S. Nicolau -


Esta é uma freguesia pardisíaca, toda ela envolta em misticismo. O seu nome tem origem  numa lenda sobre a existência de Sete Cidades no Atlântico e, a  sua principal lagoa, a das Sete Cidades,  é formada por duas lagoas unidas por um canal e tem uma característica  pouco comum. Dum lado as suas águas apresentam a cor verde e do outro azul.
 
Photobucket  
 
- Vista parcial da Lagoa das Sete Cidades -


Este facto deu também origem a uma bela e romântica   lenda, que transcrevi do site Guia da Cidade:
No local onde hoje se situa a bonita freguesia das Sete Cidades, existia um reino, onde habitava a bela e jovem Princesa Antília, de lindos olhos azuis. Certo dia, num passeio pelos prados maravilhosos da região, a Princesa apaixona-se por um Pastor de olhos verdes, que por ali passeava o seu rebanho.

Dias passaram, e em todos eles os dois apaixonados se encontraram no mesmo local, à sombra de uma velha árvore, cada vez mais próximos e apaixonados.
O Rei, que desejava a sua filha casada com um Principe do reino vizinho, ao tomar conhecimento da paixão que crescia, proibiu o amor da Princesa e do Pastor. Desesperada, Antília pediu o seu último encontro com o seu amor, que aconteceu no local habitual.
Enquanto falavam o seu triste destino, os dois choraram em tamanha quantidade que, dos olhos azuis da Princesa se formou a Lagoa Azul, e dos olhos verdes do Pastor, se formou a Lagoa Verde.
Conta então a lenda, que os dois foram separados, mas as suas sentidas lágrimas para sempre ficaram lado a lado, na Lagoa das Sete Cidades.
Esta freguesia é rodeada por uma zona de densa vegetação, onde as hortenses e as conteiras imperam e nos seus campos é comum verem-se grandes manadas de vacas pastando.

Photobucket


- Vacas pastando - 


Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

2 comentários:

Flora Maria disse...

Imagino que os Açores fazem parte do Paraíso Terrestre, tão linda é sua natureza !

Gostei imenso da linda lenda.
E as hortênsias são o símbolo do arquipélago, não é mesmo ? A minha está com algumas flores e aguardo seu desabrochar com ansiedade !
Beijo

Luís Coelho disse...

As fotos são bonitas assim como a lenda das duas lagoas.
Belos passeios se podem fazer pelos Açores.