terça-feira, 20 de dezembro de 2016

São Romão

Actualmente ligada a Seia, S. Romão é uma vila situada numa zona de bonitas paisagens naturais. Rica em património merece uma visita de quem passar pela região.
A sua origem é muito  antiga, havendo indícios arqueológicos dum Castro existente no "Cabeço do Crasto", que comprovam a existência de vida , antes de 3000 A.C. e o “Buraco da Moira”, um sítio arqueológico cuja ocupação remonta ao Período Calcolítico (cerca de 1200 A.C.).

Em 1057,  foi conquistada aos Mouros, por D. Fernando Magno.   Em 1106, D. Teresa e o Conde D. Henrique concederam carta de povoamento de S. Romão a dois presbíteros, que doaram as terras ao Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra. Dono duma vasta área na região, o Mosteiro de Santa Cruz concedeu foral aos habitantes de S. Romão em 1144.
São Romão  foi sede de concelho entre o século XIII e 1836.  Depois dessa data passou a ser  freguesia.
Em 2013, esta freguesia foi extinta, passando S. Romão a estar agregada a  outras duas povoações formando a  "União das Freguesias de Seia, S. Romão e Lapa dos Dinheiros", sendo a  sede em S. Romão.

Durante muitos anos, os habitantes dedicaram-se à agricultura, criação de gado  e indústria dos lanifícios. Actualmente, uma nova indústria encontra-se em desenvolvimento-a produção do  Queijo da Serra.Em São Romão há vários pontes de interesse que vale a pena conhecer:
- a Igreja Matriz;

- a Capela do Santo Cristo;
- o Santuário de Nossa Senhora do Desterro;  - o  Museu de Arte Sacra;
- o Castro;
- o Buraco da Moira. 







Obrigada pela sua presença. Volte sempre.








Sem comentários: