sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Porque É Fim de Semana: Mata de Fajão

Porque é fim de semana, vamos continuar à descoberta das localidades da serra do Açor situadas na União das Freguesias de Fajão e Vidual. Desta vez vamos até à Mata de Fajão.
A Mata é uma das aldeias que se encontram no sopé dos Penedos de Fajão na margem esquerda do rio Ceira, a norte do Concelho de Pampilhosa da Serra e no limite deste, fazendo fronteira com o vizinho concelho de Arganil.
Não se sabe ao certo a origem da aldeia mas, pensa-se ter existido na Mata um local mais nobre, junto ao rio, onde foi construída uma quinta com uma casa de grandes dimensões,  com arquitectura típica da Beira com paredes em pedra e telha de lousa, que recebia a visita de altas individualidades e empregava uma grande parte dos habitantes das aldeias vizinhas. 

A aldeia possui uma capela, construída por iniciativa de António Nunes Pereira, e teve a sua inauguração em 6 de Agosto de 1878. Encontra-se devotada a Nosso Senhor dos Milagres e tem a si associada uma festa anual, a princípio a 6 de Agosto mas mais recentemente realizada perto de um fim-de-semana durante o mês de Agosto.

A Mata foi berço de, pelo menos, dois habilidosos artistas: António Nunes Pereira, santeiro, falecido em Abril de 1916, e escultor de alguns santos patentes na Capela local, e seu filho, Monsenhor Augusto Nunes Pereira, nascido em Dezembro de 1906, e que cultivou vários géneros artísticos, desde a escritura, o desenho, a pintura, a gravura, a escultura, a xilogravura, a investigação até ao jornalismo.
  


Obrigada pela sua visita. Volte sempre.





Sem comentários: