segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Almada: O Solar dos Zagallos 1



A margem sul foi sempre um local muito apreciado pelos nobres lisboetas, que ali tinham as suas quintas, onde desfrutavam a tranquilidade e frescura das matas que, na época, ocupavam a maior parte da  região.

Foi o que aconteceu com  os Zagallos,uma família nobre oriunda de Reguengos de Monsaraz, que chegou às terras de Almada no séc. XV, no reinado de D. João II. 

No séc.  XVII, mandaram  construir nas terras fidalgas da Caparica, na  zona hoje conhecida por Sobreda, um núcleo primitivo, formado por  casa, jardim, quinta agrícola, instalações de apoio à agricultura e pela capela de Santo António da Sobreda.
Ao longo de três séculos de uso, esta família ali deixou as suas marcas pessoais.
Durante a época da usurpação miguelista esteve aquartelado no Solar dos Zagallos, o 1º Batalhão do Regimento nº 5 da infantaria miguelista.
Já no séc. XX,  em 1921, o Solar foi adquirido por António Piano, resultando daí o facto do Solar ser também conhecido por Quinta dos Pianos.
De origem italiana, a família Piano transformou o local num espaço residencial e de lazer, desconhecendo-se contudo a época de ocupação efectiva.



Em 1985, encontrando-se o edifício em adiantado estado de envelhecimento, foi adquirido pela Câmara Municipal de Almada. O solar foi então objecto de obras de recuperação, remodelação e restauro. Ali foram instalados vários serviços culturais da Câmara e o Solar e jardins circundantes abertos ao público.


Obrigada pela sua visita. Volte sempre.





Sem comentários: