quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Arganil: Capela de São Pedro

Os senhores de Arganil,  D. Marinha Afonso e  D. Fernão Rodrigues Redondo, mandaram erigir a capela de São Pedro, nos arredores da vila, com o fim de ali serem sepultados após a sua morte. 

Talvez por não terem filhos e por  D. Fernão possuír várias propriedades na região de  Santarém, para lá mudaram a sua residência, mandando ali construir outros templos fúnebres, onde mais tarde, foram sepultados.
Desta forma, a capela de São Pedro não cumpriu a finalidade para a qual fora construída.
Foi construída em pedra solta com cantarias nos cunhais e arcos. A frontaria  é formada por três corpos, tal como as naves no seu interior. No corpo central, sobressai um portal gótico ladeado por dois contrafortes. Sobre a porta,  é visível o brasão com as armas portuguesas.
No prolongamento dos corpos laterais, existem,  no interior, três naves cujos tetos são cobertos  de madeira. Sendo um exemplar raro da arquitetura gótica primitiva,  a pouca luz interior transmitida pelas   inúmeras frestas confere-lhe um toque da arquitetura românica.
Talvez por ser um templo de cariz fúnebre, manteve-se despojado de aspetos decorativos, apenas se destacando a escultura calcária de S. Pedro, do final de quatrocentos.





Fotos: Google Earth

Obrigada pela sua visita. Volte sempre.

1 comentário:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Exteriormente parece ser uma obra simples e pelo que li o seu interior também.