quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Navio Escola Sagres

Photobucket

Um dos momentos altos do convívio e aniversário da Comissão de Melhoramentos de Soito da Ruiva foi a visita ao navio escola Sagres.

Photobucket

Fomos recebidos por alguns elementos da tripulação que nos acompanharam na visita guiada, contando-nos a história deste navio.
Foi construído em Hamburgo no ano de 1937 para fazer parte da marinha alemã, onde recebeu o nome de Albert Leo Schlageter. Terminada a guerra, os despojos foram divididos e  este navio passou para a posse dos Estados Unidos. Como neste país  ninguém quis ficar com ele, foi cedido à marinha do Brasil. Só em 1961 foi adquirido pelo nosso país para substituir o anterior navio escola Sagres.

Photobucket

Conhecido por navio escola, este veleiro de três mastros serve, tal como o nome indica, para formação prática de marinheiros e futuros oficiais.
Para além disso, já  representou a marinha portuguesa em vários locais funcionando como embaixada  itinerante do nosso país, participou em importantes regatas e realizou três voltas ao Mundo em 1978/79, 1983/84 e a última em 2010.
Este navio  tem como patrono o Infante D. Henrique, o grande impulsionador dos descobrimentos; o seu nome "Sagres" está também ligado aos descobrimentos pois, durante muito tempo,  pensou-se ter ali existido uma escola náutica e as suas velas ostentam a Cruz de Cristo, símbolo da Ordem Militar de Cristo e que o infante foi regedor e governador.
Para mim foi uma visita muito enriquecedora na qual colhi muitas informações bem como fotografias para mais tarde recordar.

Photobucket






Obrigada pela sua visita. Volte sempre.


1 comentário:

João Celorico disse...

Olá, Lourdes!
Realmente é um belo exemplar este navio (ex- "Guanabara") mas, quanto a mim, o anterior transformado em "Santo André", onde tive uma muito breve passagem, era ainda mais bonito. Parecia-me mais esbelto. Mas isto é a minha opinião, claro! Ou será esta eterna mania de dizermos que o antigo é que era bom!

Abraço,

João Celorico